.

RESENHA: ASSASSINATO NO CAMPO DE GOLFE

1 de junho de 2020

Assassinato no campo de golfe - 2ª Edição por [Agatha Christie, Marcelo Barbão]

ASSASSINATO NO CAMPO DE GOLFE
Autor(a): Agatha Christie
Editora: Globo Livros

Páginas: 296
Ano de publicação: 2014
Compre através deste link.

Em seu terceiro livro, Agatha Christie, a escritora dos romances policiais, aborda também o tema do amor. Claro que o assassinato envolto em muito mistério e suspense ainda é o prato principal da Rainha do Crime, mas seu Assassinato no campo de golfe é considerado por muitos o livro que mais trata das questões amorosas, tanto na motivação do crime, quanto nos histórias paralelas que vão gradativamente se misturando à trama principal. O suposto affair de Monsieur Renauld com Madame Daubreuil, a beleza de Mademoiselle Marthe e seus olhos ansiosos, a Misteriosa Bella Duven e também o encanto de Hastings por uma jovem atriz que ele não sabe o nome e por isso a chama de Cinderela. Todos esses elementos dispersos vão se juntando neste caso que é um dos mais complexos desvendados pelo detetive Hercule Poirot. Também temos a aparição de um novo elemento no livro. Sabemos que as comparações entre as obras da autora com as de Conan Doyle não são poucas e Christie nunca se furtou a essas comparações, tanto que já em seu primeiro livro o famoso detetive de Doyle é citado textualmente em um dos diálogos do Capitão Hastings. Agora no segundo caso de Hercule Poirot apresentado pela autora, é introduzida a figura do Detetive Giraud da Sûreté de Paris, ridicularizando os métodos de Poirot com presunção e arrogância, ao passo que Poirot não acredita nos modernos métodos adotados por Giraud. Não é por acaso que os métodos do detetive Giraud se assemelham muito aos de outro famoso detetive, Sherlock Holmes. 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Assassinato no Campo de Golfe, lançado pela Globo Livros. O livro é de autoria de Agatha Christie e tem tradução de Marcelo Barbão.




Nesta aventura do Poirot, o detetive vai a frança com o seu amigo, Artur Hastings, após receber um chamado de emergência de mounsieur Renauld, um milionário francês que teme por sua vida e solicita a ajuda do famoso detetive para solucionar um mistério que até então não foi esclarecido. 

Instigado, Poirot chega na mansão de Renauld e tem uma surpresa: o homem agora está morto, tendo sido assassinato em um campo de golfe com um facada em suas costas! E o que começa como uma resposta ao chamado de socorro torna-se uma investigação de assassinato! No entanto Poirot não é o único detetive investigando o crime, isso porque a polícia francesa conta com seu próprio detetive, o arrogante Giraud. 

Bom, pra começar é bom avisar que este é o segundo livro da Agatha Christie que eu leio, comecei por "Assassinato no expresso do oriente" (um de seus livros mais famosos), e agora me surpreendo com um outro assassinato, desta vez em um campo de golfe! De início o tamanho do livro me assustou um pouco, mesmo não sendo um livro grande (possuindo cerca de 300 páginas), senti uma diferença em questão do outro livro que li dela (que era bem menor). 



Dei uma pesquisada e vi que Assassinato no campo de golfe foi escrito em 1923 e é o segundo romance da autora que envolva o famoso detetive belga, entretanto não é ele quem nos conta a história, e sim seu fiel amigo Artur Hastings, o personagem-narrador é bem carismático e não é totalmente ofuscado por Poirot! Os diálogos entre os dois funcionam muito bem e a relação que varia entre o lado profissional e afetuoso é um dos pontos altos da trama. 

Mas vamos ao detetive! Histórias de investigação sempre tiveram um lugar especial no meu coração, desde o célebre Sherlock Holmes ao tão dedutivo Detetive Dupin! Mas aqui Agatha cria um detetive com suas próprias configurações que não chega nem perto de ser uma cópia dos dois já citados! Um personagem sem precedentes que brilha em uma trama muito bem articulada. 


"Eu já descrevi Hercule Poirot em outras ocasiões. Um homenzinho extraordinário! Altura, cerca de um metro e sessenta e pouco, a cabeça em forma de ovo levemente inclinada para um dos lados, olhos verdes que brilhavam quando estava empolgado e um austero bigode militar"

Bom, a construção desta investigação é bem maior do que a do Expresso do Oriente, isso faz sentido, visto que o assassinato não ocorreu em um lugar completamente isolado (como foi no trem), e no começo suspeitamos de todos. Agatha não é chamada de rainha do crime a toa, as pistas que a autora vai dando no decorrer das páginas nos fazem percorrer uma maratona doido pra encontrar o assassino antes mesmo de Poirot, acredito que isso seja o elemento mais divertido do livro.


"Não disse que uma pista de sessenta centímetros era tão boa quanto uma de seis milímetros?"

Além disso temos uma excitante disputa entre Poirot e Giraud, os dois detetives apresentam ótimos combates durante as investigações, e servem também pra aliviar um pouco o tom da narrativa (não ficar focado apenas nas investigações). Outros personagens também são explorados conforme as páginas vão passando, como o próprio narrador, que serve como um aprendiz a Poirot. 

"Meu amigo, ao trabalhar em um caso, não se leva em conta apenas as coisas que são "mencionadas". Não há razão para mencionar muitas coisas que podem ser importantes"

Conforme a narrativa vai se aproximando do final, a trama fica mais complexa. acredito que isso tenha sido um problema pra mim, chegou uma hora em que eu tive que parar e relembrar uma série de fatores que levaram os personagens a chegar naquelas conclusões. Por um lado isso foi bom, Agatha não subestima a inteligência dos leitores, mas por outro lado é bom avisar: leia com atenção, nem tudo é o que parece. 

Por fim, o final surpreende! O assassino não é óbvio, porém é coerente com toda a história. Poirot é realmente genial em sua dedução, isso fica claro a cada página! Minha leitura foi extremamente proveitosa e eu indico MUITO!


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

CLIQUE E PARTICIPE!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: A JOIA REAL

parcerias

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels