.

RESENHA: A VIDA MENTIROSA DOS ADULTOS

6 de agosto de 2020

A vida mentirosa do adultos

A VIDA MENTIROSA DOS ADULTOS
Autor(a): 
 Elena Ferrante 
Editora: Intrínseca
Páginas: 432
Ano de publicação: 2020
Compre através deste link.

As mudanças no rosto de Giovanna anunciam o início da adolescência e não passam despercebidas em casa. Dois anos antes de abandonar a família e o confortável apartamento no centro de Nápoles, Andrea não se dá conta do que sentencia quando sussurra para a esposa que a filha é muito feia. Essa feiura estética, mas que também indica uma possível falha de caráter, recai sobre Giovanna como uma herança indesejável de Vittoria, a irmã há muito renegada por Andrea. Aos doze anos, a menina vê um rosto no espelho e, embora não compreenda a fundo o peso daquela comparação, sente que algo está irremediavelmente à beira de um abismo.
O amor e a proteção oferecidos pelo lar são as primeiras estruturas a desmoronar quando Giovanna decide conhecer a mulher que pode encarnar seu futuro. Os encontros com a tia são o ponto de partida para o embate com inúmeras questões existenciais — é possível pertencer a algum lugar em uma Nápoles de contrastes entre o cinza industrial e sua sociedade rica e instruída? Ou transcender os erros e pecados cada vez mais aparentes de pais outrora perfeitos? Como sobreviver ao despertar do desejo
Ao longo dos anos acompanhamos os percalços da transição da infância protegida de Giovanna a uma adolescência exposta às complexidades daqueles que a cercam, evocando também a possibilidade de levar a vida adulta como nenhuma outra mulher fizera até então. Um romance extraordinário sobre transições, paixões e descobertas.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A Vida Mentirosa dos Adultos, lançado pela editora Intrínseca. O livro é de autoria de  Elena Ferrante e tem tradução de Marcello Lino  


Aos doze anos de idade Giovanna ouve seu pai dizer que ela era feia, dois anos depois ele abandona ela e sua mãe. 

Com esse choque, começamos a acompanhar a vida de nossa protagonista. Menina de classe média que vive em uma Nápoles dos anos 80, Giovanna tem acesso a uma boa edução e uma vida estável e de pequenos luxos com seus pais professores. 



Tudo transcorre da forma perfeita até o pai de Giovanna dizer que a menina está ficando parecida com sua tia, Vittoria. A figura de Vittoria é um enigma da família, isso porque desde quando se conhece por gente, Giovanna escuta que a sua tia é o demônio em formato de gente: trapaceira, temperamental, ignorante e extremamente feia (por dentro e fora), Giovanna fica extremamente magoada com a fala do pai (que é feita em segredo com sua mãe).

No temor por achar que seu futuro é se tornar a mulher que seu pai mais odeia, Giovanna começa a investigar quem é Vittoria. Começa procurando fotos da mulher no álbum da família, no entanto em todas aquelas que sua tia aparece, seu rosto está rabiscado ou recortado. Giovanna não consegue mais focar nos estudos ou sequer comer direito, tudo o que consegue pensar é como será sua tia? Porque seu pai falou aquilo? 

Logo os pais de Giovanna percebem o porquê do comportamento da menina estar tão diferente, e na intenção de amenizar a situação eles oferecem a Giovanna para entrar em contato com a tia Vittoria. Tal encontro tem efeitos gigantescos na forma como e menina se vê e na forma como ela vai passando da infância para a adolescência. 

Bom, acho que poucos autores conseguem transcrever o amadurecimento de uma pessoa tão  bem quando Elena Ferrante. Essas habilidades já foram utilizadas em sua tetralogia napolitana, agora Ferrante retorna triunfal em A Vida Mentirosa dos Adultos com um novo personagem.

Giovanna é muito bem construída, o livro serve como um diário da garota e narra suas experiências de quatro anos de sua vida (12 a 16 anos). Quatro anos fundamentais para a construção de Giovanna como mulher. Muito desse desenvolvimento acontece por conta de sua tia, Vittoria. 

Acredito que só Ferrante conseguiria elaborar um personagem como Vittoria. Cheia de camadas, a presença da personagem é magnética, por muito tempo não sabia se gostava ou não dela,  mas com certeza queria um capítulo a mais com sua presença! Tal sensação de "querer mais" também era sentida por Giovanna, que não conseguia entender o porquê de seu pai e sua tia possuírem tantos conflitos. 



Um ponto muito interessante do livro é o próprio título! Diz muito sobre a narrativa, até porque conforme a percepção do mundo de Giovanna no que diz respeito a vida dos adultos vai mudando, a personagem vai evoluindo... 

Dado os pontos positivos, tive alguns problemas com a leitura do livro. Não sei se problema é a palavra certa, mas minha leitura de A Vida Mentirosa dos Adultos foi bem lenta, talvez esse seja o tipo de livro que exija uma leitura desse tipo, mas demorei cerca de um mês e meio para terminá-lo. Como nunca tinha lido nada da autora eu não sabia o que esperar, mas com relação a escrita ela é simples e acaba fluindo, mas torna-se cansativa depois de algum tempo de leitura seguida. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: SEGUNDA FUNDAÇÃO

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels