.

RESENHA: MENINAS SELVAGENS

5 de janeiro de 2021


MENINAS SELVAGENS
Autor(a): Rory Power
Editora: Galera Record

Páginas: 320
Ano de publicação: 2020
Compre através deste link.

Há dezoito meses, a Escola Raxter para Meninas entrou em quarentena. Há dezoito meses, uma misteriosa doença virou a vida de Hetty do avesso. Começou devagar. Primeiro, as professoras foram morrendo, uma a uma. Então, começou a infectar as alunas, transformando o corpo delas em algo cada vez mais estranho. Isoladas do resto do mundo e deixadas à própria sorte, as meninas não se atrevem a ultrapassar o limite da escola. Hetty, Byatt e Reese esperam a cura prometida enquanto a doença se alastra. Mas tudo muda quando Byatt desaparece. Hetty não medirá esforços para encontrá-la, mesmo que isso signifique quebrar a quarentena e desbravar os horrores que as esperam além da cerca que separa a escola da floresta. E quando Hetty se lança rumo ao desconhecido, descobre que há muito mais mistérios por trás dessa história que ela jamais poderia imaginar. 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Meninas selvagens, lançado pela Galera RecordO livro é de autoria de Rory Power e tem tradução de Marcela Frizola.




Em um mundo onde uma epidemia com efeitos violentos tomou conta da população, as garotas da escola Raxter para Meninas entraram em uma quarentena obrigatória. Situada em uma ilha um tanto quanto afastada do centro populacional, a escola acabou se tornando uma base de isolamento apropriada, mas da mesma forma o vírus conseguiu atingir algumas das estudantes e professoras. 

Dezoito meses se passaram desde o início do isolamento e Hetty, Byatt e Reese já sentiram de perto o efeito que a doença, intitulada como TOX, pode causar nos humanos: diversas mutilações pelo corpo e até mesmo mutações! Sendo que em muitos dos casos a vítima morre por conta desses efeitos tão agressivos. Hetty mesmo já foi uma vítima dessa doença, que lhe tirou um olho. 


A rotina na escola Raxter mudou completamente desde o início da quarentena, agora as aulas que elas tem são de sobrevivência. E elas vem a calhar quando a amiga de Hetty, Byatt, desaparece. A menina então se aventura na floresta das dependências da escola para encontrar sua amiga.  

No começo, eu confesso que fiquei interessado em ler esse livro por conta da capa (quem nunca?), achei a arte belíssima e fiquei intrigado em descobrir um pouco mais sobre a história. Ao saber que ela se passava em um mundo pandêmico, fiquei meio indeciso se era bom ou não ler uma história daquelas, e acabei decidindo me aventurar.


Nunca tinha lido nada da autora, e sinceramente, a escrita dela não me prendeu tanto quanto eu gostaria que prendesse. Achei que a ideia que ela teve em desenvolver um grupo de meninas em um mundo tão devastado quanto esse que encontramos na história era muito boa, mas a falta de desenvolvimento no próprio plano de fundo (sobre a doença TOX e tudo mais) acabou prejudicando um pouco o livro. 

Em seus potenciais estão as personagens, gostei muito de Hetty e das outras figuras que complementam a história, mas elas não foram o suficientes para manter o arco interessante até o final (que, confesso, foi um tanto quanto cansativo e incompleto). 


13 comentários:

  1. no momento que vivemos hoje essa leitura é um prato cheio pra deixar a imaginação rolar né.. acho a premissa desse livro bem interessante e tenho bastante vontade de ler, ele tem me chamado atenção desde o lançamento, primeiramente pelo título e a capa que é muito bonita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a capa tá incrível, né? A premissa eu gostei, o que me atrapalhou foi o desenvolvimento mesmo!

      Excluir
  2. Eu namorei tanto este livro no lançamento dele. Uma das capas mais lindas que já forma lançadas e achei a premissa tão "da hora".
    Mas aí as resenhas começaram e eu dei aquela desanimada rs
    Não digo que não quero ler, pois estaria mentindo, quero muito! Mas sem toda aquela expectativa, achando que essas meninas venceram o vírus misterioso!!!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre incentivo as pessoas a lerem, mesmo se eu não tiver gostado muito, assim podemos debater sobre! Espero suas opiniões hahaha

      Excluir
  3. Eu amei essa capa, apesar de não ter sido uma leitura agradável pra ti, eu ainda quero ler pra tirar minhas conclusões, pois a sinopse me chamou muita atenção 🤭

    Beijos da Steh!

    IG: @PAPEANDOSTEH

    ResponderExcluir
  4. Achei linda a capa também!! Super interessante e "atual" o tema central da epidemia, já que estamos em uma. Fiquei um pouco em dúvida se gostaria de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é... o tema é bem interessante mesmo, mas alguns pontos não foram extremamente positivos

      Excluir
  5. Eu sempre achei a capa desse livro maravilhosa, mas nunca a ponto de procurar resenhas sobre ele, confesso que eu nem imaginava qual era a premissa dele, acredita?! Agora fiquei curiosa. A questão de uma escola isolada na floresta me fez lembrar de O Instituto (do King) e Inspeção (do Malerman), apesar da sinopse ser totalmente diferente. Talvez eu o leia futuramente, fiquei curiosa em saber do que você não gostou exatamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim! Depois que tu ler eu quero debater contigo, qualquer coisa me chama lá no instagram! @poraoliterario

      Excluir
  6. Oiii!
    Ah eu gostei desse livro, eu achei que ia amar mas não foi um dos meus favs não, porém a história conseguiu me prender e me deixou até satisfeita, uma pena que a experiência pra ti não tenha sido tão boa!
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai amiga, fico muito feliz que você tenha gostado do final!

      Excluir
  7. Esse livro dividiu opiniões! Uns curtiram muito, outros acharam que é o famoso livro ali express: diz que é uma coisa e quando chega é totalmente diferente

    ResponderExcluir
  8. Não é a primeira resenha negativa que vejo desse livro, inclusive já perdi toda a vontade que tinha de ler. 🙈😂😂😂

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

CLIQUE E PARTICIPE!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: NOVO MUNDO EM CHAMAS

parcerias

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels