.

RESENHA: LEOPARDO NEGRO, LOBO NEGRO

10 de abril de 2021




LEOPARDO NEGRO, LOBO VERMELHO
Autor(a): Marlon James
Editora: Intrínseca

Páginas: 784
Ano de publicação: 2021
Compre através deste link.

Em um épico fantástico ― com elementos que vão de Gabriel García Márquez ao universo Marvel ―, Marlon James conduz o leitor por toda a riqueza das histórias e dos folclores do continente africano Com um faro infalível para encontrar coisas que preferem ficar perdidas, o Rastreador achará tudo o que quiser. E, mesmo ciente de que o objeto de sua busca já não está mais no mundo dos vivos, o habilidoso caçador aceita a missão de localizar um garoto desaparecido. Afinal, o menino pode ser o herdeiro legítimo do trono de um império. Seguindo rastros deixados por seu alvo, o Rastreador passa por cidades ancestrais, desbrava rios e florestas, imerge em culturas e costumes, vivência lendas e mitos, enfrenta todo tipo de perigos: demônios, feiticeiros, bruxas, necromantes. Confrontado pela vastidão do continente, por toda a beleza e o terror em seu caminho, o Rastreador decide ir contra seus princípios de caçador solitário ao perceber que seus inimigos são mercenários atrás do mesmo objetivo. O grupo ao qual se junta é heterogêneo e composto por personagens fantásticos, entre eles o misterioso metamorfo ― metade homem, metade Leopardo ―, que irá conduzi-lo em sua jornada. Enquanto lutam para sobreviver e concluir a tarefa, o Rastreador é assombrado por questionamentos: quem é o menino desaparecido? O que o fez desaparecer? Por que há tanto interesse em que não seja encontrado? Mas, sobretudo, quem está mentindo e quem está dizendo a verdade? Inspirado nas histórias e nos folclores da África, valendo-se de uma imaginação aparentemente ilimitada, Marlon James cria uma aventura multicolorida e surrealista na qual questiona os limites da verdade e do poder e o preço da ambição. Desdobrando personagens e lendas em uma cascata vigorosa, Leopardo Negro, Lobo Vermelho é uma ode à beleza e à pluralidade da mitologia africana.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Leopardo negro, lobo vermelho lançado pela editora IntrínsecaO livro é de autoria de Marlon James e traduzido por André Czarnobai.



Em Leopardo negro, lobo vermelho nós acompanhamos a jornada do Rastreador, um ser capaz de rastrear qualquer pessoa ou criatura independente da realidade onde ela esteja. O mercenário então é contratado para encontrar um rapaz que pode guardar as chaves para a liderança de um império esquecido. 

Na história nós temos a história desse rastreador, mas fique sabendo que ele é apenas uma que toma todo esse mundo fantástico criado por Marlon James, na narrativa nós temos feiticeiros, necromantes, sereias, vampiros, duendes e etc... Todos eles sendo atribuídos a uma narrativa adulta voltada para uma fantasia mais violenta e reflexiva, no estilo Game of Thrones de ser.


Falar sobre a história desse livro para outra pessoa pode ser um tanto confuso, isso porque a própria narrativa do livro é confusa... Ao menos foi para mim, principalmente nas primeiras duzentas páginas. O autor nos joga nesse mundo fantástico de forma abrupta, já no começo do livro já estamos no meio de bastante ação, com diversos personagens e termos dos quais ainda não conhecemos, mas vamos nos aproximando com o decorrer da história. 

Foi uma leitura difícil de fazer, isso eu preciso deixar bem claro. Na primeira parte do livro  nós temos uma variação entre presente e passado, onde podemos conhecer um pouco mais sobre a história do Rastreador, no entanto tudo o que gira em torno de sua órbita é confuso, alguns personagens aparecem e desaparecem sem ter cumprido algum motivo claro e os diálogos são bem interessantes, mas alguns acabaram me deixando com mais dúvidas do que respostas. 


Inspirada na cultura e folclore africano, Leopardo Negro se desenrola em uma espécie de jornada, aonde o personagem principal vai explorando cidades humanas e cenários fantásticos em sua procura pela criança, esse fator realmente é impressionante pois Marlon consegue utilizar desse fator para criar um mundo extremamente rico em detalhes, os personagens que compõem cada cenário brilham com seu aspecto único e complexo. 

Talvez minha experiência não tenha sido tão positiva por conta da expectativa que atribuí no período de lançamento do livro.. Achei que ele iria fluir bem mais do que fluiu. O processo de leitura desse livro foi pausado pelo fato da escrita e do ritmo serem cansativos... Isso não chega a ser um fator ruim, apenas não é o tipo de livro que você pega e lê mais de 100 páginas de uma vez (por isso que demorei cerca de três meses para lê-lo). 

Mas o potencial dos próximos volumes é grande, isso porque eu gostei muito da criação desse mundo fantástico e de todas as referências que ele possuí. Só espero que nos próximos volumes o autor consiga explorar mais suas ideias de forma menos prolixa. 

3 comentários:

  1. Meu medo com esse livro é este, ele não funcionar assim, perfeitamente rs
    E tudo que li até o momento, cita essa confusão, esse ritmo muito arrastado e puxa, é um calhamaço né?
    Não digo que não lerei, até por trazer tantos elementos que aguçam a curiosidade, mas, preciso analisar e muito rs
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Interessante ver uma fantasia focada na cultura africana. Foge dos padrões!
    As vezes o excesso de detalhes deixa a trama pouco fluida

    ResponderExcluir
  3. Leo!
    Acredito que mesmo com todos os pontos que levantou, só pelo fato de trazer uma mitologia africana e seres fantásticos em abundância, já me deixou curiosa.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: CHERRY - INOCÊNCIA PERDIDA

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels