.

RESENHA: A DIFERENÇA INVISÍVEL

6 de maio de 2021

A DIFERENÇA INVISÍVEL
Autor(a): Mademoiselle Caroline  & Julie Dachez
Editora: Nemo

Páginas: 192
Ano de publicação: 2017
Compre através deste link.

Marguerite tem 27 anos, e aparentemente nada a diferencia das outras pessoas. É bonita, vivaz e inteligente. Trabalha numa grande empresa e mora com o namorado. No entanto, ela é diferente. Marguerite se sente deslocada e luta todos os dias para manter as aparências. Sua rotina é sempre a mesma, e mudanças de hábito não são bem-vindas. Seu ambiente precisa ser um casulo. Ela se sente agredida pelos ruídos e pelo falatório incessante dos colegas. Cansada dessa situação, ela sai em busca de si mesma e descobre que tem um Transtorno do Espectro Autista – a síndrome de Asperger. Sua vida então se altera profundamente.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A diferença invisível, lançado pela NemoO livro é de autoria de Mademoiselle Caroline  & Julie Dachez.




Marguerite é uma jovem adulta extremamente funcional: tem seu emprego em uma grande empresa e segue com sua vida entre as milhares de outras pessoas que a cercam todos os dias. No entanto, uma série de pequenos detalhes parecem distanciar Marguerite dos grupos de colegas de trabalho ou então dos amigos de seu namorado... em muitos momentos Marguerite se sente deslocada, e isso acaba deixando-a extremamente frustrada. 


Marguerite gosta de estabelecer uma rotina e segui-la a risca, pois isso traz uma sensação de conforto e segurança. Gosta também de ficar em ambientes com poucas pessoas, já que muito barulho acaba a incomodando além da conta. Gosta de roupas largas e de um material específico, pois outros tipos lhe dão uma agonia gigante. Dorme em uma cama de solteiro separada de seu namorado com tampões de ouvido e faixa protetora para os olhos, caso contrário não consegue dormir. 



No entanto, algumas de suas peculiaridades lhe trazem problemas sociais, como o fato de não entender algumas expressões de linguagens de modo figurativo, como por exemplo "morto de fome"... Isso a faz questionar o porquê de ser tão diferente de outras pessoas quando, aparentemente, nada visível a difere dos outros? O que poderia ser? 

Então gente... Fui conhecer o catálogo da editora Nemo a pouco tempo graças a uma amiga minha e olha... Estou apaixonado! Essa é a segunda graphic novel que eu leio do selo da editora Autêntica e não poderia estar mais satisfeito com a qualidade da história e a dedicação em trazer uma edição caprichada. 


Em "A diferença invisível", temos uma protagonista que porta uma derivação do autismo chamada síndrome de Asperger. O que eu conhecia como Asperger era fundado no senso comum, e por sorte eu pude ter contato com uma história que nos explica de forma extremamente didática um pouco mais sobre essa derivação do autismo. 


Como a própria protagonista ressalta, cada caso é um caso, portanto todas as características que Marguerite apresenta que a faz procurar por ajuda são únicas e específicas da pessoa que ela é. Asperger não é um transtorno ou uma doença, portanto não tem cura. Questões como essa tornam esse projeto um belo de um ensinamento para quem é leigo no assunto (como eu). 


O projeto gráfico está impressionante, o conjunto de cores para trabalhar com nosso sensorial dá muito certo, podemos ver a conjuntura de diálogos em vermelho que demonstram o quanto a protagonista está desconfortável ou irritada, outra página opaca em tons de cinza que demonstra um sentimento melancólico ou depressivo... Páginas mais vívidas e coloridas para demonstrar alegria... Tudo é ao ponto. 



Minha indicação? Mais do que necessária! Uma história para se trabalhar em escolas e dentro de nós mesmo, por favor, leiam.


4 comentários:

  1. Leo!
    Assim que fui lendo as características da personagem, pude perceber que ela tinha autismo. E que lindo ver uma HQ que traz os sentimentos dela evidenciados através das cores e como ela tenta se adaptar com suas próprias formas de ver a vida.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Como essa HQ me tocou, Leo!
    Marguerite com seu jeito único e especial me sensibilizou

    ResponderExcluir
  3. Tipo de resenha que a gente vai lendo e já abrindo a página do Skoob ao lado, só para colocar o livro lá, na listinha dos mais desejados.
    Que história emocionante deve ser!
    Marguerite..aquela vontade a abraçar, a acolher!!!
    Já preciso dessa Graphic!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  4. Nunca li uma Graphic Novel! Achei a história bem interessante e diferente do que eu costumo ler! Quero que seja minha primeira Graphic

    @yasmindeciles

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: ARSÈNE LUPIN E A ROLHA DE CRISTAL

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels