.

RESENHA: AS BRIGADAS FANTASMA

2 de agosto de 2021

AS BRIGADAS FANTASMA
Autor(a):  John Scalzi 
Editora: Aleph

Páginas: 376
Ano de publicação: 2017
Compre através deste link.

Na continuação do premiado romance Guerra do velho, a tenente Jane Sagan descobre um ardil sendo tramado contra a humanidade e um plano para a subjugação e a erradicação de sua espécie inteira. É um genocídio planejado detalhadamente com base na cooperação, até então inédita, entre três raças. E um ser humano. Para lidar com essa trama, as Brigadas Fantasma e suas tropas que já nascem com o propósito de proteger a raça humana precisam entrar em ação. Passando por conflitos de identidade, mas com um forte senso de companheirismo, esses soldados serão liderados por Jane Sagan, que precisa impedir uma guerra entre espécies enquanto lida com um fato preocupante: em meio a suas fileiras, pode haver um traidor. Com a escrita dinâmica, leve e inteligente característica de John Scalzi, As Brigadas Fantasma discute questões éticas e de identidade enquanto envolve o leitor na história de uma grande conspiração política e bélica.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro As brigadas fantasma lançado pela editora Aleph. O livro é de autoria de John Scalzi, tem tradução de Petê Rissatti. A resenha foi escrita por Leonardo Santos.



Na continuação do aclamado (e amado aqui no Porão) "Guerra do Velho", o segundo volume da série de John Scalzi continua a desenvolver mais elementos da narrativa futurista apresentada no primeiro volume. 


Em Brigadas Fantasmas nós temos uma continuação que muda de foco, no primeiro nós conhecemos John Perry, o homem de 75 anos que se alista para o FCD para lutar em guerras intergalácticas nos mundos que foram colonizados pela civilização humana.  Na trajetória do nosso soldado, conhecemos as Brigadas Fantasma, uma força especial dentro da FCD de humanos que são projetados em laboratórios para serem soldados aptos para a batalha desde o momento em que nascem. 


Entre esses soldados especiais está Jane Sagan, cujo DNA para sua criação é o mesmo da falecida esposa de John, doideira? Talvez. Mas o foco de Brigadas Fantasma está em Jane e em sua missão para tentar encontrar um humano que se virou contra sua própria raça e agora está trabalhando com três raças de alienígenas para dizimar a FCD e todas as colônias humanas. 

A artimanha utilizada para tentar encontrar esse 'vilão' é, no mínimo, bizarra. Criar uma outra versão dele utilizando o DNA salvo no banco de dados da FCD igual eles fazem com os membros das brigadas, afinal, que jeito melhor para entender seu inimigo do que trabalhando com uma versão quase que idêntica a ele? 


Bom, eu já disse aqui o quanto fiquei VICIADO nessa série do Scalzi, o segundo volume da "Guerra do velho" só serviu para mostrar que o autor realmente ainda tem muito a explorar e que está apenas começando. Pra início de conversa eu amei o fato desse livro ser focado na Jane, ela foi uma personagem que me conquistou muito no primeiro livro e eu queria ver mais dela! 


Achei ousado o John Perry ter sido colocado de lado nesse volume, realmente tira os leitores da zona de conforto e amplia muito a mitologia futurística que a obra apresenta. Fiquei fascinado ao entender um pouco mais sobre como os soldados das Brigadas interagem, são criados e como seu psicológico é construído durante os poucos dias que eles tem de vida antes de ir para a guerra. 

Trabalhar com questões que envolvem psicologia e filosofia na narrativa é um ponto que o autor acerta e MUITO! Temos um embate intenso nesse livro a respeito do que forma a personalidade de um indivíduo, o quanto nós somos "nós mesmos"  e o quanto absorvemos de outras pessoas. 


No primeiro livro eu disse que a narrativa era bem leve e em alguns momentos cômica, já nesse o tom é mais sério e intenso, o que foi ótimo! O final realmente é eletrizante e alimenta todos aqueles que estão buscando por um conflito épico banhado de várias cenas de ação! O clímax estabelecido para o terceiro livro me deixou extasiado, pelo o que parece ele vai fechar esse primeiro ciclo estabelecido nas duas primeiras histórias e eu mal posso esperar para isso! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: OS ASSASSINATOS NA RUA MORGUE E OUTROS CONTOS

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels