.

RESENHA: SERAFINA E A CAPA PRETA

14 de novembro de 2021


 SERAFINA E A CAPA PRETA
Autor(a):  Robert Beatty
Editora: Valentina

Páginas: 240
Ano de publicação: 2018
Compre aqui

Serafina nunca teve motivos para desobedecer ao seu pai e se aventurar além da Mansão Biltmore. Há espaço de sobra para ser explorado naquela casa imensa, embora ela precise tomar cuidado para jamais ser vista. Nenhum dos ricaços lá de cima sabe da existência de Serafina; ela e o pai, o responsável pela manutenção das máquinas, moram secretamente no porão desde que a garota se entende por gente.Mas quando as crianças da propriedade começam a desaparecer, somente Serafina sabe quem é o culpado: um homem aterrorizante, vestido com uma capa preta, que espreita pelos corredores de Biltmore à noite. Após ela própria ter conseguido – depois de uma incrível disputa de habilidades – escapar do vilão, Serafina arriscará tudo ao unir forças com Braeden Vanderbilt, o jovem sobrinho dos donos de Biltmore. Braeden e Serafina deverão descobrir a verdadeira identidade do Homem da Capa Preta antes que todas as crianças...A busca de Serafina a levará ao interior da mesma floresta que tanto aprendeu a temer. Lá, descobrirá um esquecido legado de magia, que tem relação com a sua própria origem. Para salvar as crianças, Serafina deverá procurar as respostas que solucionarão o quebra-cabeça do seu passado.

 



Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Serafina e a capa preta,  lançado pela editora Valentina. O livro é de autoria de Robert Beatty.



 
Serafina foi criada em um sigilo absoluto. Aos doze anos, a garota vive escondida com seu pai nos cantos da mansão Biltmore, longe dos olhares do corpo de funcionários e demais moradores do local. Uma de suas únicas funções designadas é ser uma C.O.R, que significa Caçadora Oficial de Ratos - que insistem em aparecer nos corredores da mansão. 

Por não ter muita gente para conversar além de seu pai, Serafina cria fantasias para se entreter e também procura tirar o máximo de informações possíveis sobre o porquê de precisar se manter nas sombras, mas seu pai não diz nada. 

Tudo muda quando Serafina presencia um assassinato de uma garota cometido por uma figura trajando uma capa preta, a garota tenta alertar seu pai, mas ele nega dizendo que a menina imaginou tudo aquilo e que a outra menina está apenas desaparecida. Com isso, Serafina se une a Braeden, um jovem órfão, filho dos proprietários da mansão, para investigar mais a respeito da misteriosa figura do capa preta. 

Bom, para começar eu amo livros que trazem uma aventura mesclada com um suspense, e bem... Serafina e a capa preta possuí esses dois elementos para dar e vender, principalmente nas primeiras páginas. 

Você já começa curioso para saber o porquê da Serafina ser isolada de tudo e todos, o conjunto de habilidades que a menina de doze anos desenvolveu durante esse tempo é colocado a prova nessa caça ao Capa Preta, principalmente o fato dela conhecer cada centímetro daquela propriedade. 

O relacionamento dela com Braeden é incrível e vai evoluindo cada vez mais, sendo um dos pontos mais altos da história. O clímax da história é carregado para o arco final, e com certeza corresponde a todo o arco planejado para o livro até então! O segundo volume da série já saiu aqui pela editora Valentina e estou bem ansioso para lê-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: CIRCE

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels