.

RESENHA: PÍLULAS AZUIS

25 de dezembro de 2021





PÍLULAS AZUIS
Autor(a):  Frederik Peeters
Editora: Nemo

Páginas: 208
Ano de publicação: 2015
Compre através deste link.

Nesta narrativa gráfica pessoal e de rara pureza, por meio de um roteiro simples e de temas universais (o amor, a morte), Frederik Peeters conta sobre seu encontro e sua história com Cati, envolvendo o vírus ignóbil que entra em cena e muda tudo, e todas as emoções contraditórias que ele tem de aprender a gerenciar: amor, raiva, compaixão. Pílulas azuis nos permite acompanhar, sem nenhum vestígio de sentimentalismo, através de um prisma raramente (senão nunca) abordado, o cotidiano de uma relação cingida pelo HIV, sem deixar de lançar algumas verdades duras e surpreendentes sobre o assunto. Apesar da seriedade do tema, Pílulas azuis é uma obra cheia de leveza e humor. Não é à toa que é considerada por muitos a obra-prima de Frederik Peeters. Uma das mais belas histórias de amor já publicadas.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Pílulas Azuis lançado pela Nemo. O livro é de autoria de  Frederik Peeters.



Ambientada na virada do milênio, em Pílulas Azuis nós conhecemos Frederik Peeters, um homem que se apaixona por uma mulher chamada Cati. No começo a relação dos dois se baseia puramente nas conversas, alguns anos se passam e Fred volta a encontrar Cati, que por coincidência mora no mesmo prédio que um amigo seu, a mulher agora possuí um filhinho pequeno. 



Depois de uma série de conversas os dois se reaproximam e em determinado passo do relacionamento dos dois, Cati informa a Fred que possuí o vírus do HIV. Tal notícia deixa Fred sem chão por algum tempo, mas a relação dos dois não enfraquece, e logo eles passam a viver juntos. Nisso, Fred começa a acompanhar a rotina de Cati e de seu filho (que também possuí o vírus), e logo vai compreendendo mais a respeito da doença e também de si próprio. 

Bom, pra começar eu preciso dizer que amo essas HQ's que são publicadas pela editora Nemo! O nível de qualidade das histórias continua a me impressionar cada vez mais, sempre tocando em assuntos rodeados de tabus e informações falsas, é muito importante veicular uma narrativa que emocione e informe ao mesmo tempo. 



Pílulas Azuis faz muito isso, nessa história nós temos um protagonista autobiográfico, o próprio autor se dispôs a narrar sua história (de forma ficcionalizada, claro) e suas experiências com a vírus da HIV em sua rotina. Eu já estudei a respeito do vírus e portanto acabo conhecendo um pouco mais do que o senso comum, mas isso não tirou o prazer que tive ao ler a história, pelo contrário, me incentivou a ler e indicar para todos!

Cati é uma mulher incrível, vê-la ser tão responsável com sua saúde e a dos outros (principalmente de seu filho de três anos) me comoveu muito! A forma como Frederick vai absorvendo tudo - e aprendendo - também é incrível. Essa HQ nos dá uma lição de empatia e já se tornou uma das minhas preferidas! 





Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: RADIOATIVA - SOB A CONSPIRAÇÃO DO MULTIVERSO

SIGA NO INSTAGRAM

PORÃO NO YOUTUBE!







Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels