.

--- RESENHA: HEIDNICK PROFILE - CORDEIRO ASSASSINO

17 de fevereiro de 2022

 


HEIDNICK PROFILE - CORDEIRO ASSASSINO
Autor(a):  Ken Englade
Editora: Darkside Books
Número de páginas: 304
Ano de publicação: 2021
Compre através deste link.

Heidnik Profile: Cordeiro Assassino, de Ken Englade, traz a história real do bispo Gary Michael Heidnik e de seus violentos crimes. Até onde pode ir o egoísmo e o desejo de controle de uma pessoa? O que alguém é capaz de fazer para saciar seus mais obscuros desejos? O militar aposentado Gary Heidnik fundou a seita Igreja Unida dos Ministros de Deus. Para muitos, seria apenas uma malandragem para driblar impostos e arrecadar dinheiro com a fé alheia; para outros, parte essencial de seus delírios psicóticos. Heidnik queria, mais do que tudo, ter muitos filhos e construir uma família de adoradores com seu próprio sangue. Depois de alguns anos no Exército, outros em instituições psiquiátricas, investimentos em ações e muitos fracassos nas relações pessoais, Heidnik cede ao seu narcisismo sórdido e bola um plano: sequestrar várias mulheres, prendê-las no porão e violentá-las para dar origem a sua tão desejada família. Esse ato de violência extrema se concretizou com o sequestro de seis mulheres, e resultou em torturas, abuso sexual e morte de duas das vítimas. Com uma prosa seca e afiada, Ken Englade traça de forma minuciosa e documental os principais movimentos dos crimes e traz um relato direto do processo e do dia a dia do tribunal durante todo o julgamento de Heidnik. Assim, o leitor acompanha as entrelinhas do próprio sistema penal norte-americano.
Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro HEIDNIK PROFILE - CORDEIRO ASSASSINO lançado pela editora Darkside Books. O livro é de autoria de Ken Englade e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.  


Que. História. Bizarra. Heidnik com certeza foi um dos assassinos mais mórbidos e violentos da história norte-americana. E antes de ler esse livro do selo CrimeScene, da editora DarkSide, confesso que eu não conhecia a história de Heidnik - e até agora parte de mim achava melhor não conhecer, mas aí vamos nós! Lembrando que essa resenha pode possuir gatilhos para determinados públicos, pois envolve a história real de um homem que cometeu diversos atos violentos e estupros. 


"O militar aposentado Gary Heidnik fundou a seita Igreja Unida dos Ministros de Deus. Para muitos, seria apenas uma malandragem para driblar impostos e arrecadar dinheiro com a fé alheia; para outros, parte essencial de seus delírios psicóticos. Heidnik queria, mais do que tudo, ter muitos filhos e construir uma família de adoradores com seu próprio sangue. Depois de alguns anos no Exército, outros em instituições psiquiátricas, investimentos em ações e muitos fracassos nas relações pessoais, Heidnik cede ao seu narcisismo sórdido e bola um plano: sequestrar várias mulheres, prendê-las no porão e violentá-las para dar origem a sua tão desejada família. Esse ato de violência extrema se concretizou com o sequestro de seis mulheres, e resultou em torturas, abuso sexual e morte de duas das vítimas.

Com uma prosa seca e afiada, Ken Englade traça de forma minuciosa e documental os principais movimentos dos crimes e traz um relato direto do processo e do dia a dia do tribunal durante todo o julgamento de Heidnik. Assim, o leitor acompanha as entrelinhas do próprio sistema penal norte-americano."

Essa é a sinopse que relata um pouco do que veremos nessas páginas cheias de sangue. O trabalho do autor-jornalista Ken Englade é incrível, pois consegue narrar de forma objetiva os anos em que Heidnik esteve a frente da Igreja Unida dos Ministros de Deus em toda sua barbárie. O homem, em busca de ter a "família perfeita", aprisionou seis jovens mulheres e as estuprou para gerar filhos e ter um culto, para assim concretizar seu desejo doentio. 

Além do crime hediondo, o autor nos traz também uma boa parte do processo penal que se seguiu depois de Heidnik ser preso. A partir desse prisma, achei a narrativa muito mais interessante, pois assim alguns dos principais pontos psicológicos do agressor são expostos: desde seu narcisismo extremo até sua necessidade patológica de mentir, trapacear e até mesmo matar, tudo em busca de sua própria satisfação.  O livro também mostra o lado jurídico do processo, nos dando uma outra visão a respeito de como suas atrocidades são vistas pela Corte.   

Uma leitura pesada, que inclusive influenciou um dos maiores antagonistas de série de livros e filmes "Hannibal", mas especificamente no filme "O Silêncio dos Inocentes", para quem gosta de livros da temática, acredito que este seja um imperdível!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: ESTADO ELÉTRICO

SIGA NO INSTAGRAM

PORÃO NO YOUTUBE!







Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels