.

RESENHA: A CAMAREIRA

3 de março de 2022

 


A CAMAREIRA
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Ano de publicação: 2022
Compre através deste link.

Aos 17 anos, no último ano escolar, Emoni Santiago não sabe bem o que fazer depois que se formar. Com uma filha bebê para criar, acredita que sua vida não tenha muito espaço para sonhos. Por isso, Emoni segue uma rotina com regras rígidas, fazendo o que quer que precise ser feito pelo bem de sua abuela e de Nenezinha. A cozinha é o único lugar em que Emoni se permite ser livre. Em suas receitas, ela coloca um toque especial de seus sentimentos, e quem prova seus pratos garante que são mágicos. Quando sua escola passa a oferecer aulas de culinária, Emoni se vê balançada quanto aos planos para o futuro. E, embora saiba que não vale a pena perder tempo perseguindo o impossível, ela se rende à cozinha e entende que sua única escolha é deixar o talento fluir.


Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A Camareira lançado pela editora Intrínseca. O livro é de autoria de Nita Prose e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.



Molly Gray é a melhor no que faz. Trabalhando no hotel Regency Grand há alguns anos, todos os quartos são limpos em um nível quase cirúrgico, sendo considerada uma das camareiras mais meticulosas e rigorosas daquele lugar. Molly, no entanto, não possuí o mesmo talento para habilidades no campo social, e é considerada uma "estranha" por muitos da equipe daquele hotel. 

Tudo piora quando a avó de Molly, sua única companhia diária, falece devido a uma doença. A partir daí Molly se vê ainda mais sozinha, mas aplica todos os conhecimentos da sua avó em sua rotina: trabalhar duro, ser simpática e empática com todos aos seu redor e nunca fazer nada errado. 

Mas bem... as coisas dão errado. Ao chegar na suíte de luxo onde o Sr. Black, um dos maiores e mais ricos clientes do Regency, está hospedado com sua acompanhante (uma mulher chamada Gisele); Molly começa a limpar todo o local até que se vê em uma cena terrível: O Sr. Black no outro cômodo... e não está respirando. 

A partir daí a polícia começa investigar uma provável cena de um crime. E nisso, o holofote logo caí em cima da camareira. Conforme ela luta para provar sua inocência, Molly descobre uma rede de crime muito maior do que aquele caso de assassinato, tudo ocorrendo no hotel do qual trabalhou durante todos esses anos. 

Bom, galera! Vocês sabem eu eu amo um suspense, logo, fiquei bem animado para ler "A camareira", thriller criminal de Nita Prose, assim que o Intrínsecos de fevereiro chegou aqui em casa. O começo da história prende, isso porque a autora não demora muito para nos colocar no centro da história. A gama de personagens também é bem construída, com foco na nossa protagonista. 

Molly pra mim é o ponto alto do livro! A personagem possuí uma série de características que a tornam única e peculiar de diversas maneiras. A própria autora decidiu não rotular Molly, portanto não farei isso, mas achei incrível ver como ela reage a certos acontecimentos durante a narrativa. Molly tem dificuldade em entender metáforas e figuras de linguagem, além disso seu jeito meticuloso contrasta com o que as pessoas ao seu redor consideram um "comportamento de gente normal". 

Ver esse contrate e como Molly luta para estabelecer relações sociais com terceiros é muito interessante e foi a parte que eu mais gostei da história. 

Já a construção do suspense, isso sim deixou um pouco a desejar. A trama é boa, todos os desdobramentos sobre o crime são apresentados de forma verossímil, mas a partir do momento em que os personagens principais resolvem descobrir a verdade, tudo acontece muito rápido! Por isso achei a resolução de tudo muito fácil e raso, pra mim eu senti falta dos plot twists dentro do corpo da história. 

O final em si guarda um segredo que altera toda a percepção do livro (isso é legal), mas eu senti falta desse mesmo sentimento de surpresa durante a leitura do livro. Mas enfim, no geral a leitura foi positiva e muito fluída (li em dois dias), por isso recomendo pra quem estiver querendo um livro rápido e fácil de ser lido. 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: ESTADO ELÉTRICO

SIGA NO INSTAGRAM

PORÃO NO YOUTUBE!







Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels