.

RESENHA: O DEMÔNIO NA CIDADE BRANCA

10 de junho de 2022

 


O DEMÔNIO NA CIDADE BRANCA
Autor(a):  Erik Larson
Editora: Intrínseca 

Páginas: 448
Ano de publicação: 2016
Compre através deste link.

No final do século XIX os Estados Unidos eram uma nação jovem e orgulhosa, ávida por afirmar seu lugar entre as maiores potências mundiais. Nesse contexto, a Feira de Chicago de 1893 teve papel fundamental: com o objetivo de apresentar a maior e mais impressionante exposição de inovações científicas e tecnológicas já idealizada, coube ao arquiteto Daniel Burnham, famoso por projetar alguns dos edifícios mais conhecidos do mundo, a difícil tarefa de transformar uma área desolada em um lugar de magnífica beleza: a Cidade Branca. Reunindo as mais importantes mentes da época, Burnham enfrentou o mau clima, tragédias e o tempo escasso para construir a enorme estrutura da feira. A poucas quadras dali, outro homem igualmente determinado, H. H. Holmes, estava às voltas com mais uma obra grandiosa, um prédio estranho e complexo. Nomeado Hotel da Feira Mundial, o lugar era na verdade um palácio de tortura, para o qual Holmes atraiu dezenas, talvez centenas de pessoas. Autor de crimes inimagináveis, ele ficou conhecido como possivelmente o primeiro serial killer da história americana. Separados, os feitos de Burnham e Holmes são fascinantes por si só. Examinadas juntas, porém, suas histórias se tornam ainda mais impressionantes e oferecem uma poderosa metáfora das forças opostas que fizeram do século XX ao mesmo tempo um período de avanços monumentais e de crueldades imensuráveis.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro  O demônio na cidade branca lançado pela editora Intrínseca. O livro é de autoria de Erik Larson e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


Herman Webster Mudgett ganhou notoriedade nos Estados Unidos no final do século XIX por motivos não muito... convencionais. Conhecido como H. H. Holmes, o homem marcou a história por ser considerado um dos primeiros assassinos em série dos Estados Unidos.

A história do homem é narrada através da pesquisa extremamente apurada do autor Erik Larson e é através de seu olhar que conhecemos o histórico e os absurdos que rondam os crimes de Holmes. Conhecido como um cavalheiro com bons estudos, Holmes se formou em medicina na faculdade de Michigan, entretanto sempre foi mais voltado pros negócios. 

No entanto, é bom alertar que esse livro traz essa figura histórica macabra sim, mas ela acaba dividindo palco com um outro acontecimento da época: a Exposição Colombiana Mundial, que ocorreu em Chicago em 1893. 

Essa feira ganhou grande renome mundial por trazer diversos experimentos e tecnologias, sendo atração de cientistas e inventores de diversos países! Nesse tempo em que a feira estava sendo solidificada, Herman Webster tinha alguns planos em mente. 

Há algumas quadras da Feira, H. H. Holmes construía seu próprio negócio: um hotel que mais parecia castelo. Isso porque além de gigante, a propriedade foi construída com um sigilo absoluto, toda a arquitetura era estranha porque alguns corredores pareciam não dar em nenhum lugar específico, chaminés saíam de lugares estranhos... 

O local ficou conhecido alguns anos depois como Castelo dos Horrores, isso porque muitos dos que ficavam hospedados no Hotel da Feira Mundial acabavam desaparecendo... Ou apareciam mortos - ou desfigurados - dias depois em lugares estranhos. 

Gente: QUE LEITURA. Nunca tinha lido nada do Erik Larson e fiquei bem surpreso com a precisão e a pesquisa do autor ( que também é um historiador nato). Esperava ler um thriller comum e me vi preso em um thriller histórico extremamente bem conduzido e amarrado. 

Uma coisa que pode servir como alerta a quem tiver curiosidade em ler o livro: Erik não se preocupa apenas em narrar a história do "primeiro" serial killer da américa do norte... Em "O demônio na cidade branca" nós temos toda uma perspectiva histórica da época, principalmente no que diz a respeito da Feira de Chicago. 

Por mais que o autor seja bem descritivo em sua importância e até mesmo algumas das inovações que surgiram através dela, a narrativa não fica entediante nem maçante, justamente ao contrário! O suspense vai se criando aos poucos, mas é tudo muito bem articulado! 

Fiquei sabendo que o Leonardo DiCaprio comprou os direitos de adaptação dessa história e pretende adaptá-la em breve, sendo que ele mesmo irá interpretar o notório H.H. Holmes! Minha expectativa para essa adaptação está NAS ALTURAS! E você, que ainda não leu esse livro bárbaro, não espere o filme sair, leia agora!



Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: DESENHOS OCULTOS

SIGA NO INSTAGRAM

PORÃO NO YOUTUBE!







Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels