15 de maio de 2023

RESENHA: AZUL PETRÓLEO

 


Autor(a):  Beatriz Tajima 
Editora: Viseu
Páginas: 68
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Azul-petróleo são as poesias que dançam com o vento sul. A cor da camiseta de um velho amor, das águas frias da Baía das Bruxas, da rede de um pescador. São os olhos da cigana, o canto da sereia e o som das ondas do mar na areia. O voo de um beija-flor. Quero que você mergulhe nas águas azul- esverdeadas para que seja levado, pelas mãos, para o fundo. Para que conheça o silêncio e a solidão dos naufrágios.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Azul petróleo,  publicado pela editora ViseuO livro é de autoria de Beatriz Tajima e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


É difícil tentar transcrever a imensidão da qual Azul petróleo mergulha em suas 44 poesias. Entre os diversos temas propostos pela Beatriz Tajima, autora desse conjunto poético incrível, acredito que a memória, a identidade e a procura pela liberdade estejam entre os pontos principais para entender um pouco mais sobre o que essa antologia poética retrata. 

"Os restaurantes
Aquecem panelas e músicas doces 
Enquanto colocam suas mesas coloridas 
Na praia azul-petróleo
Pescadores 
Tecem redes
Remam cores geladas
O galo tece manhã com seu canto 
O poeta tece linhas finas
Fios
Fios de meada
não perco mais o fio das palavras" 

A própria construção poética é colocada em jogo pela própria autora conforme ela brinca com os sentidos das palavras para nos levar a lugares inusitados e de pura reflexão! Talvez essa tenha sido a parte que eu mais gostei durante a leitura desse livro tão especial. 


Em "Sereias", um dos contos presentes no livro, Beatriz trás um conjunto de palavras sem conexões sintáticas, deixando esse trabalho para a subjetividade do próprio leitor. Me diverti muito com esse tipo de poema, que com certeza nos faz trabalhar junto com a autora em busca de um significado, e muitas vezes ele pode ser mais pessoal do que pensamos que será. 

"os dias mais lindos feitos
amoras e figos 
do seu perfume cítrico 
em minhas memórias de papel"

A memória também é outro elemento que a poeta trabalha muito bem! Desde aquelas memórias abstratas e sensoriais da infância até aquelas que almejamos ter... Tudo é retratado aqui de uma forma profunda, mas sem que o poema perca sua estrutura leve e prática. 


Tanto é que li esse livro em apenas algumas horas! A escrita de Beatriz com certeza nos ajuda a devorar seus poemas em uma velocidade acelerada, no entanto, sempre me pegava voltando para um poema ou outro, para reler e tirar dali novos significados.

"A antiga canção do mar 
Ao amanhecer
Quando as estrelas
Se tornam invisíveis outra vez
Os barcos
Desaparecem no horizonte 
Enquanto as gaivotas 
Cantavam e dançavam 
Livres
Nas nuvens"

Sentir essa liberdade é incrível e pode ser incorporada ao ler esses poemas tão confortáveis e reflexivos, por isso, indico fortemente "Azul petróleo" para quem ama poesia e também para quem quer se aventurar no gênero mas não sabe por onde começar! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "OS SETE CÉUS"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler  Os sete céus: O chorar dos anjos, livro 1, de Viniciu...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!