11 de junho de 2023

RESENHA: TRANSTORN

 


Autor(a):  Pedro Maciel
Editora: Astrolábio
Páginas: 235
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Quando o maior e mais forte super-herói da terra comete o maior assassinato presidiário já visto, a sociedade se divide em uma guerra social entre humanos e pessoas super poderosas. A caçada àqueles que têm poder leva a sociedade a uma guerra social onde ninguém confia em ninguém fazendo com que algumas pessoas tirem vantagens disso por meios políticos e nada igualitários.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Transtorn lançado pela editora Astrolábio. O livro é de autoria de Pedro Maciel e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


Em um mundo pós-pandêmico, a terra foi proliferada por seres capazes de grandes feitos, isso porque contam consigo diversas habilidades únicas e sobrenaturais. Logo, essas pessoas são chamadas de heróis ou então vilões, dependendo do ponto de vista daquele que comenta. 

A polarização entre humanos sem habilidades e humanos com habilidades atinge seu ápice no momento em que um dos "heróis", um homem conhecido como Sr. Equidade comete um genocídio em um distrito prisional na prerrogativa de que, com isso, estaria fazendo justiça àquelas pessoas que foram prejudicadas por esses presos. 


Isso serve de estopim para uma guerra que já estava anunciada há muito tempo. Com isso, conhecemos Hell, uma mulher que tem a habilidade de "deprimir" os outros apenas com o toque. Ela é convocada para participar de uma iniciativa junto com outros poderosos, figuras excêntricas como o sedutor e folgado Ghzuis, a Camila (conhecida como MJ), Mari (conhecida como Miar) e o intitulado escroto: Andercard. 

Conforme se aprofunda nesse grupo e se aprofunda mais a respeito do que acontece ao seu redor, Hell começa a duvidar se está do lado certo da história e de seus valores morais, mas de uma coisa ela sabe: nessa história não existe mocinhos, muito menos heróis. 

"A televisão ainda continuava vendendo sua imagem e a de outros como uma equipe que satirizava seus poderes, eles eram chamados de TRANSTORN, uma palavra que sem a letra "o" ficava descolada, a verdade é que eles só causavam transtorno, o substantivo masculino, ato ou efeito de transtornar, causar incômodo; desconforto."


Em um Brasil polarizado, nos aventuramos nas páginas de TRANSTORN. Por mais que essa seja uma história de ficção com forte inspiração em séries como The Boys, por exemplo, a genialidade do livro está em brincar com o real e criar, a partir disso, um cenário caótico e com muitos personagens odiáveis. 

Basta ter vivido no Brasil durante os últimos cinco anos para saber que nosso país foi palco de atrocidades de dar nojo, principalmente na política. Em TRANSTORN, as disputas políticas surgem com força, isso porque uma eleição que irá mudar o destino do país está em percurso e temos antagonistas que apelam para o público na tentativa de conseguir o controle executivo do país. Temas como propagação de fake news e escândalos políticos tem seu papel na trama de forma ativa.


Além disso, a história traz personagens incrivelmente detestáveis e (em alguns momentos) divertidos. Gostei muito da forma como Pedro consegue dar uma personalidade única para cada um deles, seja através dos diálogos ou então das descrições de cada um! 

Além disso, a narrativa conta com diversas cenas de ação e coisas absurdas que acontecem quando humanos imbecis (para dizer o mínimo) ganham habilidades. Em suas duzentas páginas, o livro cria uma tensão perfeita para um final tenso e com muitos conflitos. 

Gostei muito da forma como tudo se desenvolve e também do potencial para uma sequência, que espero que saia logo! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

RESENHA: CORDÉIS — MITOS VIVOS

  Organizadores:    vt Suzumura  Editora: Independente Páginas: 185 Ano de publicação: 2024 Compre através deste link. O imaginári...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!