5 de novembro de 2023

RESENHA: UMA OTIMISTA NA AMÉRICA (1959 — 1960)

 


Organizadores:  Ítalo Calvino 
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 263
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Ao retornar de sua primeira passagem longa pelos Estados Unidos, que durou de novembro de 1959 a maio de 1960, Italo Calvino decidiu retrabalhar seu diário de viagem para transformá-lo em uma obra ao estilo de As aventuras de Gulliver. A jornada começa e acaba em Nova York, uma cidade que conquista o autor "como uma planta carnívora absorve uma mosca", mas também inclui a visita a lugares como Cleveland, Detroit, Chicago, Montgomery, Savannah e Las Vegas.Um otimista na América relata encontros, impressões, observações e reflexões que jogam luz sobre o mito americano, sobretudo a respeito da mentalidade dos indivíduos e da sociedade que estão construindo. É um testemunho valioso de um homem de seu tempo, imerso em um momento repleto de transformações econômicas, sociais e culturais.
Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Um otimista na América (1959 — 1960) lançado pela editora Companhia das Letras. O livro é de autoria de Ítalo Calvino e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.





Italo Calvino, uma das figuras mais proeminentes da literatura italiana do século XX, nos presenteia com uma obra singular em 'Um otimista na América'. Neste livro, o autor compartilha suas experiências e reflexões durante os seis meses em que viveu nos Estados Unidos, entre novembro de 1959 e maio de 1960. A viagem, que o próprio Calvino descreve como iniciática, é retrabalhada a partir de seu diário de viagem para transformá-la em uma narrativa ao estilo de 'As aventuras de Gulliver'.

Calvino, nascido em Cuba em 1923, mas de família italiana, vivenciou um período de sua vida repleto de descobertas e transformações pessoais. Sua trajetória como escritor começou com obras neo-realistas, mas logo evoluiu para uma linguagem mais experimental e pós-moderna, característica que se destaca em sua prosa literária. Ele foi membro ativo do movimento literário italiano chamado "Neoavanguardia", que buscava renovar a literatura e a arte, explorando novas formas narrativas e técnicas literárias.


Ao longo de 'Um otimista na América', Calvino nos apresenta um olhar curioso e crítico sobre os Estados Unidos, que na época viviam transformações significativas no âmbito econômico, social e cultural. Com sua perspicácia característica, o autor narra suas impressões e observações sobre as cidades que visitou, incluindo Nova York, Cleveland, Detroit, Chicago, Montgomery, Savannah e Las Vegas. Cada lugar é abordado com uma riqueza de detalhes e uma capacidade única de capturar a essência de suas peculiaridades.

A cidade de Nova York é especialmente retratada como uma planta carnívora que absorve o viajante, representando o fascínio e as complexidades da metrópole norte-americana. Calvino expõe seu encontro com a sociedade em formação, seus mitos e idiossincrasias, desvendando a mentalidade dos indivíduos que ajudam a moldar o tão aclamado sonho americano.


O estilo narrativo de Calvino, influenciado pela literatura fantástica e pela tradição do realismo mágico, confere uma atmosfera singular à obra. Ele utiliza a jornada pelo território americano como uma metáfora para refletir sobre questões universais e atemporais, como a busca pela identidade, as esperanças e desilusões da existência humana e as complexidades das relações sociais.

Ao explorar a América sob um olhar estrangeiro, Calvino nos brinda com uma visão crítica e ao mesmo tempo otimista sobre o país, evidenciando sua perspectiva única como europeu imerso em um cenário de notáveis contrastes culturais. É inegável a riqueza do testemunho que ele deixa sobre uma nação em constante mudança, e sua narrativa se torna uma valiosa fonte histórica para compreender a dinâmica da sociedade americana da época.

'Um otimista na América' é uma obra envolvente que mescla viagem, crônica social e reflexão filosófica. Italo Calvino transcende as fronteiras geográficas e temporais, oferecendo aos leitores uma oportunidade única de conhecer a América através de uma perspectiva estrangeira e de mergulhar nas profundezas da mente brilhante de um dos maiores escritores do século XX. A leitura deste livro nos instiga a contemplar não apenas o mito americano, mas a própria essência da condição humana."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "EM BUSCA DO REINO"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler Em busca do reino, de Reyves L.B. 

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!