15 de fevereiro de 2024

RESENHA: PAIS E FILHOS

 



Organizadores:  Ivan Turguêniev
Editora: Antofágica
Páginas: 336
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Estátuas, cofres e paredes pintadas decoram a pacífica propriedade rural de Arkádi. A chegada de seu amigo Bazárov, no entanto, faz subir a poeira dos velhos tapetes e revela o mofo que domina o discurso dos parentes mais velhos. Primeiro personagem niilista da literatura, Bazárov rejeita qualquer tipo de autoridade e não tem medo de confrontar os hábitos e pensamentos de seus anfitriões. Este encontro entre uma geração romântica e idealista e outra combativa, que já não se alimenta de ilusões perdidas, é o que dá vida a um dos maiores romances da literatura russa.Publicado em 1862, este romance uniu-se à linhagem de obras incendiárias de Turguêniev. Quase dez anos depois de influenciar o movimento de emancipação dos servos com Memórias de um caçador, Pais e filhos surge no contexto turbulento de ascensão do movimento democrático revolucionário na Rússia. Devido ao caráter revolucionário de sua obra, Turguêniev foi acusado de inspirar os incêndios que, à época, tomaram conta de São Petersburgo.


Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Pais e filhos lançado pela editora Antofágica. O livro foi traduzido por Lucas Simone e é de autoria de Ivan Turguêniev e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 



"Отцы и дети", ou melhor: Pais e filhos, foi lançado em um momento crucial para a história a Rússia, em um período que marca uma transição social e política do século XIX. Mais precisamente em 1862, esse foi meu primeiro contato com a escrita de Ivan Turguêniev. 

Não tenho muita experiência lendo clássicos russos, já li um ou outro lido de Dostoiévski e um livro do Tolstói, todas novelas curtas e nenhum épico (como Guerra e Paz, por exemplo). Então esse livro foi o maior que eu já li, e fiquei aliviado em ver que a narrativa não era complicada e nem trazia muitos personagens. 


A trama circula em torno de duas famílias aristocráticas: os Bázarov e os Kirsánov. Conhecemos então Arkádi Nikoláievitch, um jovem que está voltando para casa para rever seu pai, Nikolai, e demais membros da família. Junto consigo está Ievguêni, seu melhor amigo que tem uma visão progressista a respeito do mundo e das coisas. 


Enquanto Ievguêni conduz Arkádi a conceitos e ideias, Arkádi introduz Bázarov na vida da aristocracia rural russa,enquanto engajam-se em diálogos que refletem as tensões entre as gerações, principalmente com relação a Nikolai e seu irmão, Pável. Estabelece-se então um conflito entre as ideias emergentes do niilismo dos mais jovens contra a resistência das tradições sociais.


O conflito atinge seu ápice quando Bázarov se apaixona por Anna Odíntsova, uma mulher sofisticada e mais velha, também simpatizante do niilismo, da qual é super mal vista por Pavel, tio de Arkádi. 

Eu sinceramente não esperava que fosse me divertir lendo esse livro, mas acabou acontecendo! A escrita de Turguêniev traz uma acidez e um sarcasmo que são muito gostosos de se ler, isso é refletido nos personagens e nos embates que eles têm. Não é a toa que o autor foi culpado de ter inspirar incêndios em protestos que ocorreram na Rússia durante a época de lançamento do livro. 


Parece absurdo, mas ao vermos a literatura como uma fagulha de revolução, torna-se compreensível a lógica. Pais e filhos tem essa capacidade de nos fazer refletir sobre os valores morais de uma sociedade decadente, não é difícil imaginar o impacto que essa história teve quando lançada. 

Eu gostei muito, fiquei surpreso com o final e também com a facilidade que tive para ler o livro. Talvez seja uma boa entrada para aqueles que querem descobrir autores russos mas não saiba por onde começar. 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "EM BUSCA DO REINO"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler Em busca do reino, de Reyves L.B. 

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!