4 de março de 2024

RESENHA: ÀS MARGENS DA FUNDIÇÃO

 



Organizadores: Robert Jackson Bennett
Editora: Editora Morro Branco
Páginas: 640
Ano de publicação: 2021
Compre através deste link.

Sancia Grado é uma ladra, e é excelente no que faz. Assim, seu alvo mais recente, um armazém superprotegido no cais de Tevanne, não é nada que suas habilidades únicas não possam resolver. Porém, sem saber, Sancia foi enviada para roubar um artefato que tem um poder inimaginável, um objeto que poderia revolucionar a tecnologia mágica conhecida como “inscrição”. As casas comerciais que controlam tal magia ― a arte de usar comandos codificados para dar vida a objetos cotidianos ― já a utilizaram para transformar a cidade de Tevanne em uma enorme e impiedosa máquina capitalista, mas agora buscam liberar os segredos do artefato para atingir objetivos ainda maiores.Com a sua cabeça à prêmio e uma revolução em curso, Sancia terá de dominar o poder do artefato e se unir aos mais improváveis aliados, se quiser sobreviver. Será ela capaz de arcar com a própria transformação para impedir uma guerra secreta que poderá reescrever a própria realidade?

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Foundryside: Às margens da fundição lançado pela editora Morro Branco. O livro é de autoria de Robert Jackson Bennett e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.  


No primeiro volume da trilogia de Foundryside nós mergulhamos na cidade miserável de Tevanne, onde a magia conhecida como inscrição é utilizada para modificar a função dos objetos e a própria realidade em si. 

"Era assim que as inscrições funcionavam: comandos escritos sobre objetos inanimados que os convenciam a desobedecer a realidade de maneiras determinadas. Mas as inscrições tinham que ser pensadas e forjadas com cuidado."

É nesse cenário em que conhecemos Sancia Grado, uma ladra com a habilidade única de sentir a história dos objetos ao tocá-los. Sancia é contratada para roubar uma pequena caixa de uma instalação altamente segura. No entanto, ao realizar o roubo, ela descobre que o objeto contém uma magia mais antiga e perigosa do que inicialmente percebeu. Isso a coloca no centro de uma conspiração que ameaça a cidade e o mundo ao seu redor.


Sancia se junta a um grupo de aliados, incluindo o comerciante Orso, a espiã Berenice e o guerreiro Gregor. Juntos, enfrentam interesses poderosos que buscam utilizar aquele sistema para ganho pessoal e controle absoluto.

Já fiz um vídeo falando sobre a minha experiência de leitura do primeiro livro de Foundryside, mas reforço aqui: Que narrativa maravilhosa. Eu simplesmente amei a originalidade presente na história de Robert Jackson e a forma como ele consegue criar personagens tão carismáticos e interessantes. 

Pra início de conversa, o livro já se inicia com o assalto de Sancia a essa unidade fortemente guardada. Trabalhando como mercenária, Sancia não é aquela personagem certinha; pelo contrário! Sua bússola moral é meio duvidosa e isso me fez amar essa personagem desde o começo. Além disso, Sancia tem uma habilidade ímpar: consegue "conversar" com as inscrições, tirar informações sobre a natureza daquela função dada e até mesmo ver a história do objeto em si. 


Tal poder é único, e também bem perigoso! Conforme a própria Sancia vai descobrindo nesse livro, poderes que controlam Tevanne tem um enorme interesse na inscrição, e sua habilidade pode colocar todo esse império a ruir. 

Além de ter esse sistema único de "magia", esse livro também explora as camadas sociais em Tevanne e os dilemas éticos relacionados ao uso do poder mágico.  Esse tipo de manipulação mágica tem muitas nuances e é isso que acabamos encontrando aqui: suas consequências. 


O sistema pode parecer confuso, mas é explicado tão bem pelo contexto e pelos personagens... Ler esse livro foi muito mais fácil do que eu achei que seria, e muito mais rápido também! Até porque são cerca de 700 páginas. Enfim, mal posso esperar para ler os outros dois títulos dessa trilogia!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "EM BUSCA DO REINO"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler Em busca do reino, de Reyves L.B. 

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!