18 de março de 2024

RESENHA: A SERPENTE E AS ASAS FEITAS DE NOITE

 



Organizadores: Carissa Broadbent 
Editora: Suma
Páginas: 448
Ano de publicação: 2024
Compre através deste link.

Oraya é a filha adotiva do rei dos vampiros Nascidos da Noite. Humana em meio a predadores naturais, ela passou a vida lutando em um mundo que desafia sua existência. A única chance que tem de sobreviver é vencendo o Kejari, um lendário torneio promovido pela própria deusa da morte. Mas derrotar seus adversários, vampiros das três casas do reino, não será um desafio simples e, para resistir à brutalidade das batalhas, Oraya será obrigada a se aliar a um rival misterioso.Raihn é um vampiro atroz, inimigo do rei e o oponente mais poderoso que Oraya encontra. Ainda assim, o que mais a assusta é a inesperada afeição que sente por ele. Quando a Casa da Noite é ameaçada, Raihn parece ser o único capaz de entender e ajudá-la, mas, em um mundo em que nada é mais mortal que o amor, essa relação pode colocar tudo a perder.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A serpente e as asas feitas de noite lançado pela editora Suma. O livro é de autoria de Carissa Broadbent e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.


Olaya, uma humana corajosa, foi criada como filha adotiva por um rei vampiro nascido à noite. Sua única chance de sobrevivência depende de Kedjari, um torneio lendário organizado pela Deusa da Morte. 

Para sobreviver à feroz batalha contra as três famílias de vampiros  do reino, Olaya é forçada a formar uma aliança inesperada com um misterioso rival. Este é Raihn, um vampiro cruel e inimigo  do rei. Ele é o adversário mais forte que Olaya enfrentará no torneio, mas o amor inesperado que ela sente por ele é ainda mais surpreendente. 

Enquanto a Morada da Noite enfrenta uma ameaça, Raihn prova ser o único que entende e pode ajudar Olaya. Mas à medida que a história avança, a lealdade de Olaya é testada enquanto ela enfrenta escolhas difíceis entre o seu dever para com o seu reino e os seus sentimentos  por  um aliado misterioso. Num jogo perigoso com muitas vidas em jogo, Olaya deve navegar por  dilemas morais complexos e enfrentar desafios não só dos seus adversários do torneio, mas também das suas própria mente.


Pra começar: Que delícia que foi ler esse livro. Amo história de clãs de vampiros que seja regada de violência e interesses políticos; e nesse primeiro volume de uma duologia nós temos tudo isso de sobra! Pra começar, a história tem dois clãs principais, os Hiaj e os Rishan! Ambos os clãs possuem vampiros alados, mas as asas diferem: as do Hiaj são pele, enquanto as do Rishan possuem penas coloridas. E a história gira ao redor de um torneio chamado Kejari, onde vampiros de diferentes casas e regiões competem por um desejo dado pela Deusa Nyaxia.


Pra começar, eu devorei esse livro de quase quinhentas páginas em apenas uma semana. Fico feliz por ele ser o início de uma duologia, porque ultimamente ando preferindo livros que se concluem no primeiro volume ou que não sejam muito grandes (esquema de pirâmide aqui não). 

E sim, esse torneio acaba ocupando grande parte da narrativa lá no Palácio da Lua, e ela é muito brutal! Os vampiros dentro da competição não medem esforços para chegar a reta final do torneio do qual participam, tanto é que em todo momento a nossa protagonista, Olaya, está em perigo. 


Toda a construção de mundo é muito gostosa de ir conhecendo e observando conforme ela se expande. O conjunto de personagens também é um outro ponto forte do livro: são todos viciantes, principalmente Olaya, que tem carisma pra dar e distribuir.

Por fim, estou muito ansioso para o lançamento do próximo livro (que irá encerrar essa parte da série). Até lá, vamos aguardar! 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "EM BUSCA DO REINO"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler Em busca do reino, de Reyves L.B. 

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!