15 de abril de 2024

RESENHA: QUANDO O RISCO VALE A PENA




Organizadores: Letícia Bolzon Silva
Editora: Penalux
Páginas: 76
Ano de publicação: 2024
Compre através deste link.

“Quando o risco vale a pena” é o primeiro livro de poesia de Letícia Bolzon Silva. Apesar de escrever versos desde a pré-adolescência e já ter até se aventurado a publicar antes, foram necessários anos de amadurecimento como escritora para que se sentisse pronta para compilar um livro de poemas. A obra marca justamente esse rito de passagem. A vontade genuína de partilhar aquilo que se acumulou de melhor do início da juventude – em termos de forma, conteúdo e honestidade. Honestidade perante o ofício de escrever, o modo de ver a si mesma, de encarar os sentimentos e a consciência da solidão. Principalmente em verso, mas também em prosa, não deixa de tentar expressar temas complicados com leveza e graça. Seja com a música das rimas ou com a ousadia do verso livre, apura o olhar sobre si e sobre o outro, num grande exercício de experimentação e vulnerabilidade. Experimentação com a linguagem e com os temas. A vulnerabilidade inerente ao escritor de partilhar a melhor parte de si que se tem no momento. E, é claro, nunca deixando de lembrar que sempre há o que ser vivido, melhorado e retratado através da boa poesia.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Quando o risco vale a pena lançado pela editora Penalux. O livro é de autoria de Letícia Bolzon Silva e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


"Escrevo 
porque é o meu destino. 
Escrevo
para não morrer. 
Escrevo
para me transcender." 

Este é o primeiro livro de poesia da Letícia. Apesar de escrever versos desde a pré-adolescência e já ter se aventurado a publicar antes, a autora sentiu a necessidade de anos de amadurecimento como escritora antes de se sentir pronta para compilar um livro de poemas. 


Uma coisa que a sinopse diz e eu senti muito no livro foi essa espécie de amadurecimento que é construído pela autora no decorrer das poesias e contos que compõem esse livro. Todos eles acabam refletindo a vontade genuína de compartilhar o melhor acumulado desde o início da juventude, tanto em termos de forma, conteúdo e honestidade.

O ofício de escrever e do próprio fazer literário são temas recorrentes em seus versos, gostei muito da forma como ela consegue trazer tudo isso de forma sutil e muito bem versificada, além de trabalhar temas complicados com leveza e graça, seja através da música das rimas ou da ousadia do verso livre.


"Mão suja 
de escritor
e pintor
de beleza
se sobrepuja — 
áspera destreza 
em mancha"

Ao mesmo tempo a autora fala sobre relações que criamos, a forma como podemos vê-los de maneiras diferentes depois de um tempo, senso de identidade e muito mais. Acredito que todos nós temos diversos questionamentos conforme crescemos, é normal nos sentirmos deslocados ou então procurar por novos caminhos, e acho que esses poemas falam muito sobre isso! Sobre ser vulnerável, sobre apaixonar-se, sobre deixar-se sentir... 


A mensagem central é a de que sempre há algo novo a ser vivido, melhorado e retratado através da boa poesia. Eu amei ler esses versos e também os contos que se juntam a obra no geral! 

"Se o mundo 
não me quiser,
eu tenho a mim

Eu aqui vagabundo 
do jeito que der
o ruído do latim."


 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

RESENHA: PLANETA CORAÇÃO

  Organizadores:   Tatiana Fazio Editora:  Viseu Páginas: 70 Ano de publicação: 2024 Compre através deste link. Aqui, neste lugar ...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!