.

RESENHA: RIO VERMELHO

14 de abril de 2019



Resultado de imagem para RIO VERMELHO FARO EDITORIALRio Vermelho
Autora: Amy Lloyd
Editora: Faro Editorial
Páginas: 276 páginas
Resenha escrita por: Leonardo Santos
Livro cedido pela editora
Você acredita nele... então porque está com tanto medo? Uma combinação perfeita de A sangue frio e Making a murder! Como confrontar quem você ama quando você não tem certeza se quer saber a verdade? "Uma história original, madura e absolutamente real sobre obsessão. Amy Lloyd é um novo talento, surpreendente, está destinada a se tornar um grande nome da Literatura. Peter James Há vinte anos, Dennis Danson foi preso pelo assassinato brutal de uma jovem no condado de Red River, na Flórida. Agora ele é o assunto de um documentário sobre crimes reais que está lançando um frenesi online para descobrir a verdade e libertar um homem que foi condenado erroneamente. A mil milhas de distância na Inglaterra, Samantha está obcecado com o caso de Dennis. Ela troca cartas com ele e é rapidamente conquistada por seu aparente charme e bondade para ela. Logo ela deixou sua velha vida para se casar com ele e fazer campanha para sua libertação. Mas quando a campanha é bem sucedida e Dennis é libertado, Sam começa a descobrir novos detalhes que sugerem que ele pode não ser tão inocente...

Erros judiciais são cometidos a todos instantes, sejam por condenações injustas ou medidas precipitadas. Vemos isso direto na mídia, em alguns casos que ganham notoriedade justamente pela falta de provas e falta de atenção na hora da perícia, e é nisso que Amy Lloyd trabalha em sua obra publicada pela Faro Editorial, Rio Vermelho.


 Na história Dennis ganhou fama após ser acusado por um crime brutal, que envolveu o homicídio de uma jovem em Red River. Não demorou muito para Dennis ser acusado pelo assassinato na menina, o julgamento foi rápido e mesmo coma escassez de provas, o (na época) adolescente foi condenado a perpétua pelo crime. Entretanto, seu caso virou assunto da mídia conformes reportagens e até séries sobre o julgamento saiam. Daí conhecemos Sam, uma professora que está cansada da sua vida pacata na Inglaterra. Recém saída de um relacionamento conturbado, Sam começa a mandar cartas para Dennis, mostrando que acredita que ele não matou a menina. Logo, os dois passam a desenvolver um relacionamento mais intenso, Sam viaja aos Estados Unidos para visitá-lo na prisão de Red River e, assim, Sam se vê apaixonada por Dennis.

Passa-se algum tempo, provas novas são descobertas, o que ocasiona na liberdade de Dennis. agora nada está mais entre ele e Samantha, os dois podem viver juntos e felizes... Ou não? Dennis parece adotar um comportamento cada vez mais estranho conforme sua vivência com Sam vai se prolongando, o cenário piora quando o casal se muda para a casa onde Dennis viveu sua infância, localizada em uma região afastada de Red River.

Samantha até então acredita que Dennis é inocente, mas seu comportamento e uma série de circunstâncias estranhas parecem evidenciar outra coisa, afinal, o que ele poderia estar escondendo?





Vamos lá, recebi Rio Vermelho da editora através da parceria e, mesmo não tendo procurado muito sobre a obra antes da leitura, posso dizer que foi uma ótima surpresa. Isso porque a narrativa de Amy é extremamente atrativa e te aprisiona num ritmo frenético logo no começo da leitura, na primeira parte do livro a autora utiliza uma técnica de trazer trechos dos livros ficcionais pra narrativa, essa técnica tem como objetivo trazer mais detalhes sobre o passado de Dennis para nos ambientar para o que está por vir (achei isso brilhante!).

Outro ponto bem interessante da narrativa é o quanto atual ela é, como a força das mídias sociais é vital para moldar a opinião popular (Lloyd dá uma ênfse a Netflix e Twitter de uma forma bem interessante), uma referência muito boa para o livro é a série Making a Murderer  (que olha só, é da Netflix), inclusive creio eu que tenha sido uma ótima inspiração para a criação desse livro.

Entretanto, creio eu que a terceira (e última) parte do livro tenha sido a que mais tenha me decepcionado, isso por conta do desfecho que ela tem. Clichê não é a palavra certa, mas o final não se mantém tão forte quanto o conteúdo que a autora construiu no decorrer de suas quase trezentas páginas.

No geral, Rio Vermelho saiu com um saldo muito positivo, compondo mais um ótimo suspense para o catálogo da Faro!


Se você confia nele… Então porque está com tanto medo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels