.

CINCO MOTIVOS PARA ASSISTIR/LER THE HANDMAIDS TALE

26 de junho de 2019


Fala galera do Porão Literário! Não é nenhum segredo o quanto eu sou viciado em série, por isso decidi trazer pra cá uma coluna nova, onde darei cinco motivos para você assistir algumas das minhas séries preferidas. Nesta primeira edição eu trarei um fenômeno de audiência E qualidade, obviamente estou falando de The Handmaids Tale!

A série foi um estrondoso sucesso desde quando estreou, em 2017,através da plataforma de streaming Hulu. Caso você não conheça a história, você pode ler a resenha do livro cuja série foi adaptada neste link, claro que sem spoilers. Enfim, vamos lá:

1) ENREDO 

Pra quem conhece a história da obra, consegue entender porque esse é um ponto positivo, em um mundo onde as pessoas não são mais férteis, aqueles que conseguem gerar um filho são cobiçados, nisso, um estado religioso totalitário assume o poder e rege a sociedade com base nas escrituras do Velho Testamento. A analogia política que consiste o sistema de Gillead (novo nome do estado religioso), é extremamente bem estruturado no roteiro, onde vamos conhecendo por camadas conforme a história vai avançando. E que história! Sério, a tensão estabelecida é gigante e se amplia a cada episódio, sufocante!

2) ELENCO/PERSONAGENS

Uma boa história é impossível sem bons personagens, isso é fundamental para qualquer desenvolvimento narrativo. Por sorte, The Handmaids Tale é REPLETA de personagens bem desenvolvidos e interessantes, começando pela protagonista! June (Ou Offred) é um exemplo de personagem bem construído! Na adaptação, June brilha com a atuação soberba de Elizabeth Moss, que já levou Globo de Ouro pela atuação, e não é a toa, Moss consegue expressar tudo o que a personagem está sentindo através do seu olhar. Outros destaques vão para Alexis Bledel, interpretando uma outra aia, chamada Ofglen e Yvonne Strahovski, que interpreta Serena Joy, mulher do comendante da casa onde Offred serve como aia. 

3) QUALIDADE TÉCNICA

A qualidade em termos técnicos da série beira a perfeição, todos os enquadramentos são muito bem pensados antes de ser realizado. Questões como fotografia e direção de arte são um espetáculo a parte, seja pela paleta de cores escolhidas em cada cena ou qualidade dos figurinos. 

4) ACLAMAÇÃO

Mesmo não sendo um ponto crucial (afinal existem séries maravilhosas que não são reconhecidas pela crítica), The Handmaids Tale também foi aclamada pelos veículos especialistas, inclusive premiações bem renomadas como o Globo de Ouro e o Emmy Awards, pra vocês terem ideia foram uma média de 120 indicações, tendo obtido cerca de 50 vitórias em prêmios que atuação e categorias técnicas.

5) REFLEXÃO SOBRE CENÁRIO ATUAL 

Além de todos esses atributos, The Handmaids tale trás um debate muito interessante sobre o modelo de política adotado por muitos ditadores e fascistas mascarados de democratas. Incentivar o diálogo sobre totalitarismo é importante para as pessoas aprenderem mais sobre esses termos e entenderem seus sinais, mesmo que seja em uma situação tão extrema quanto a de Gillead, a série utiliza seu tempo para mostrar ao telespectador que aquele futuro não está tão longe assim.


É isso galera! Gostaram da coluna? Já assistiram a série? Deixe sua opinião aí nos comentários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: CHERRY - INOCÊNCIA PERDIDA

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels