.

RESENHA: FORTALEZA IMPOSSÍVEL

2 de agosto de 2019


Fortaleza Impossível
Autora: Jason Rekulak

Editora:
 Arqueiro
Páginas
: 272 páginas
Resenha escrita por:
 Leonardo Santos

 Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo. Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes.
Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV. Todos esses elementos se unem para compor Fortaleza Impossível, um romance que fará você rir, se emocionar e recordar a maravilhosa sensação de se apaixonar por algo – ou alguém – pela primeira vez.

Fala galera do Porão Literário! Tudo certo? Como foram as leituras de Junho? Confesso que não li tantos livros quantos queria, mas da mesma forma estou conseguindo ler mais depois de passar por uma ressaca literária gigante! Por isso estou lendo livros mais curtos na esperança de me recuperar logo, desta vez decidi pegar um livro que estava na minha prateleira faz um tempo pra ler, a obra se chama Fortaleza Impossível de Jason Rekulak, publicado pela Editora Arqueiro.



A história se passa nos anos 80 onde conhecemos Will, um garoto que acompanhado que sonha ser um programador de jogos famoso, conhecemos também seus amigos Alf e Clark. Os três anseiam pela nova edição da revista Playboy, isso porque a modelo da capa é ninguém menos que Vanna White, apresentadora de um dos programas preferidos dos três. Porém, por terem apenas 14 anos e não conseguirem comprar a revista, criam planos mirabolantes para adquirirem um exemplar e finalmente ver as fotos tão comentadas da apresentadora.

Depois de diversos planos serem frustrados, Alf e Clark incentivam Will a fazer amizade com Mary, filha do dono de uma loja de informática que possuí a revista para venda, no objetivo de descobrir o código do alarme  e invadir o local na calada da noite para "comprar" algumas revistas (já que eles deixariam na loja o dinheiro dos exemplares). Mary é alvo de bullyng dos amigos de Will por ser gorda, e com isso eles presumem que ela será um alvo fácil caso Will a seduza para conseguir a senha de acesso.

Entretanto o garoto não compactua com a atitude dos amigos, e ao descobrir que Mary é uma programadora de jogos talentosa que pode ajudá-lo a finalizar seu novo projeto, um jogo chamado Fortaleza Impossível, ao criar um vínculo com a garota um impasse é estabelecido, levando a circunstâncias catastróficas.

Confesso que fiquei com muita vergonha alheia de ler Fortaleza Impossível e os motivos são dos mais variados, mas creio que o preconceito, a ignorância e o bullying cometido pelos personagens principais seja o que mais me deixou mal durante a leitura. Entendo que meninos de 14 anos não são exatamente respeitosos ou "politicamente corretos" em todas suas falas, mas o autor realmente abusou em piadas gordofóbicas, misógenas e homofóbicas em diversas falas dos personagens, principalmente Alf e Clark (que são detestáveis, para se dizer o mínimo). Até mesmo o personagem principal, Will, se torna impotente diante tantas falas ignorantes, sua "neutralidade" mais atrapalha do que ajuda em questão de criar uma carisma pelo protagonista. 

Além desse enorme problema, Fortaleza Impossível tem muitas falhas em questões narrativas, além dos personagens sem carisma e rasos, toda a situação de planejar uma invasão a loja para roubar uma revista é um tanto quanto delirante, visto que eles já tem 14 anos e contam com a ajuda de um garoto de 18 para invadir o lugar. Se ele estava com vergonha de comprar na cidade onde mora, porque então não ir na cidade vizinha e comprar? Provavelmente seria menos trabalhoso, mas entendo que isso serve como plano de fundo para explorar a "real" história, que seria a criação do jogo que leva o nome do título, e também o relacionamento de Will e Mary. 

Nessa questão está um acerto do livro, Mary é uma personagem incrível e a única que conseguiu me atrair de alguma forma, ela é divertida e extremamente inteligente! Gostei da questão dela entender mais de computação do que o protagonista, Will logo percebe que a ajuda de Mary é fundamental para seu jogo dar certo.

O conflito final não é muito satisfatório, o plot que poderia servir para dar uma surpresa ao leitor acaba tornando a situação ainda mais vergonhosa, já que Jason usa essa história para "justificar" o porquê Mary sofria bullying, justificar ou amenizar um pouco, como se tal atitude fosse justificável. No geral a leitura não me agradou mesmo, mas pelos menos o livro possui diversas referências aos anos oitenta que funcionam, acredito que só por isso (e pela personagem da Mary), minha leitura não tenha sido um tempo perdido.  

9 comentários:

  1. Olá :)
    Não conhecia o livro, mas gosto muito de ler sobre assuntos da atualidade e que tenha sempre um exemplo de grande inspiração como é o caso da Mary (que sofria de bullying).
    Vou pesquisar melhor o livro para ver se consigo-o ler.
    Obrigada pela sugestão :)
    Beijinho


    http://tudosoblinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Estava curiosa com o livro até você falar em um rapaz de 18 anos ajudando os meninos, daí quebrou o meu interesse.

    ResponderExcluir
  3. Kkkkkk eu acho o máximo quando vejo que alguém ainda está segurando de uma ressaca literária. Não conhecia essa obra mas pelo que você destacou é uma leitura interessante. Fiquei me perguntando qual é o conflito final🤔

    ResponderExcluir
  4. Que horror que tem piadas gordofobicas :( mesmo sendo a história de 3 adolescentes

    ResponderExcluir
  5. Não fui muito com a cara dessa obra depois que li a resenha, mas ainda pensarei se lerei a obra. Vamos ver, mas parabéns pelo post, você mandou muito bem.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Eu já vi esse livro algumas vezes por R$ 4,99 nas Americanas e quase comprei mais de uma vez, principalmente por ser ambientado na década de 80. Gostei da sua resenha e sinceridade, é uma pena que não curtiu a leitura.
    Abraço!

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: MOBY DICK

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels