.

RESENHA: INVISÍVEL

20 de fevereiro de 2020


INVISÍVEL
Autora: Tarryn Fisher

Editora: Faro Editorial

Páginas
: 256 páginas
Resenha escrita por:
 Leonardo Santos
Compre aqui!

Margô mora em uma casa caindo aos pedaços, num bairro abandonado, com sua mãe que a ignora há dois anos. Ela se sente invisível, até que a amizade com Judah, seu vizinho cadeirante, muda suas perspectivas e a desperta.
Quando uma criança de sete anos desaparece em seu bairro, Margô resolve investigar o caso com a ajuda de Judah e o que ela descobre a transforma por completo.
Agora, determinada a encontrar o mal, caçar todos os molestadores de crianças, torna-se a razão de sua vida. Com o risco de perder tudo, inclusive sua própria alma, Margô embarca num caminho sem volta… E o que isso diz a ela sobre si mesma? Por que decidiu fazer justiça? O que a tornou tão invisível?

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje a minha resenha é do lançamento da Faro Editorial e se trata do último livro da Tarryn Fisher, uma das autoras mais amadas da editora Faro! Pois bem, o título é Invisível! Mas e aí, vale a pena? Vamos conhecer mais sobre a história.






Margô não teve uma infância fácil. Além da casa caindo aos pedaços em que vive, num bairro abandonado pelo município de Bone; a convivência com a sua mãe não poderia ser pior. Desde cedo Margô precisou se acostumar com a entrada e saída de homens desconhecidos de sua residência, além do total descaso da sua mãe com relação a saúde ou aos estudos da jovem. Margô precisava pegar dinheiro do esconderijo de sua mãe para comprar alimentos e roupas.

Devido a tal relacionamento, Margô nutriu um certo distanciamento da sociedade, conforme o fim do ensino médio se aproximava, a adolescente conseguiu um emprego num brechó na intenção de ganhar alguma independência de sua mãe temperamental. Portanto, Margô só possuía contato com as pessoas com quem trabalhava e Nevaeh, uma criança que pegava o mesmo ônibus que Margô pegava para ir ao trabalho.

Entretanto, Margô conhece um garoto que pode mudar suas perspectivas de vida. Judah é um garoto simpático e parece ter os mesmos desejos que a jovem: de sair daquela odiosa cidade e começar uma vida nova em outro lugar. Tal motivação forma um laço de amizade. Mas tudo muda quando Margô recebe a notícia de que Nevaeh (a menininha que pegava o ônibus com Margô todos os dias) é encontrada morta num trecho da floresta de Bone.
“A tristeza é um sentimento em que você pode confiar. É mais do que todos os outros. Ela faz com que a felicidade pareça instável e indigna confiança. Ela permeia tudo, dura mais e substitui os bons sentimentos com uma facilidade tão eloquente que você nem sente a mudança, até que, de repente, você está enrolado em suas correntes.”

A polícia não parece muito curiosa em descobrir quem matou Nevaeh, isso evoca a ira de Margô, que promete descobrir o que aconteceu com a menina por conta própria.

Galera, essa é a premissa inicial do livro, conforme eu fui lendo Invisível achei que a trama iria ficar só nessa história, entretanto fui surpreendido pelo rumo com a Tarryn vai conduzindo a história. Esse é o primeiro livro dela que eu leio, portanto não conhecia sua forma de desenvolver os personagens e a narrativa.

Na construção dos personagens, a autora acerta em aprofundar Margô de uma forma em que todas as reviravoltas causem o efeito certo, entretanto, em questão do desenvolvimento da história, confesso que fiquei meio a deriva durante um bom tempo. Isso porque temos o primeiro conflito (narrado na pequena sinopse que fiz aí em cima), e depois que esse conflito é resolvido, Fisher pesca (ba dum tss) uma trama nova para desenvolver mais a história, mas por muito tempo fiquei pensando “ok, mas aonde isso vai levar?” e não sei se gostei muito do resultado.

Enfim, no geral eu gostei da evolução de Margô durante a narrativa, que por mais que tenha seus tropeços consegue prender o leitor, principalmente em cenas envolvem algum tipo de ação. A dose de violência (não só física) neste livro é alta, portanto esteja avisado que o enredo não é dos mais leves, com a autora já apostou anteriormente!
“- A gente precisa estar disposta a ser feliz. Apesar da confusão da nossa vida, apenas aceitar o que aconteceu, jogar fora os nossos ideias e criar um novo mapa de felicidade para seguir.” 

6 comentários:

  1. Parece um ótima história. Não conhecia a autora, preciso ler mais, ando um tanto parada.Adorei o título.

    ResponderExcluir
  2. Ola tudo bem?
    O livro me parece ser bem contagiante e com certeza me chamou a atenção devido aos elogios e será com certeza o próximo lido..
    Obrigado pela sugestão.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, só pela sinopse parece ser um livro muito bom! Como assim perder a própria alma??? kkkk
    Adorei ver o que você falou, ultimamente eu tô numa vibe gostosa de ler esse tipo de história, já até coloquei na lista de livros pra ler, parece ser sensacional mesmo! Nossa!
    Também amei suas fotos, ficaram perfeitas!

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Eu gosto de enredos um pouco mais pesados como esse, então a premissa já despertou meu interesse logo de cara. Adorei saber que a personagem tem uma evolução no enredo, isso é sempre importante em qualquer história. Fiquei querendo ver esses "tropeços" de pertinho também. Sem dúvidas seria uma obra que leria!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Esse é um daqueles momentos em que eu me surpreendo completamente com o livro. A capa me enganou, acredita? Não pensei que fosse algo tão pesado assim. Eu adicionei a minha lista, porque quero ver o resultado de perto.
    Adorei a resenha.

    Abraços <3

    ResponderExcluir
  6. Estou desesperada para ler essa obra da Tarryn! Eu ando MUITO fã da escrita dela. Sempre é um livro que mexe completamente com o psicológico da gente. Terminei recentemente O Lado Obscuro. E esse tá na fila aqui. QUERO MUITO!!!!!!

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: OS ASSASSINATOS NA RUA MORGUE E OUTROS CONTOS

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels