.

RESENHA: O NECROMANTE

16 de fevereiro de 2020


O NECROMANTE
Autor: 
Lorenz Flammenberg
Editora: Sebo Clepsidra 

Páginas
: 230 páginas
Resenha escrita por:
 Leonardo Santos
Compre aqui!

 O enredo apresenta dois grandes amigos que se reencontram após muitos anos afastados. Numa de suas primeiras conversas, eles revelam um para o outro estranhas experiências envolvendo aparições fantasmagóricas inexplicáveis. Aos poucos, seus relatos apontam para um sábio misterioso famoso por invocar espectros e submetê-los à sua vontade. Mal sabem eles, porém, que há todo um submundo de crimes no qual eles se percebem enredados, e que suas histórias estão muito mais interligadas do que eles pensam.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha vai ser de um livro que me deixou muito intrigado logo no começo desse ano. O Necromante, de Lorenz Flammenberg faz parte da coleção Imaginário Gótico da Sebo Clepsidra. A obra do autor alemão foi publicada em 1792 e tem seu valor literário intacto por ter evidenciado o gênero gótico e servido como fonte para um grande número de escritores e escritoras deste tipo de literatura. 



Pois bem, antes de entrarmos na história em si, preciso mais uma vez enaltecer a edição da Sebo Clepsidra, que teve o cuidado em nos oferecer um prefácio que nos ajuda criar uma ambientação melhor a respeito do conteúdo que vamos nos aventurar. Além disso, temos as notas de rodapé (das quais eu já falei sobre nos posts anteriores), que por toda a obra contextualiza muitos hábitos e palavras que não conhecemos, além de um posfácio incrível com algumas artes de encher os olhos. 

Indo para a história, O Necromante traz o reencontro entre Hermann e Hellfried, velhos amigos de universidade que se reencontram na velhice e decidem compartilhar relatos de suas vivências e aventuras nos anos que sucederam a separação. Entretanto, conforme as histórias vão sendo contadas, tanto Hermann e Hellfried percebem uma figura que serpenteia a narrativa dos dois, ambos possuem histórias aterrorizantes a respeito de um necromante, e conforme as peças vão se juntando, a figura do necromante se torna cada vez mais forte na narrativa. 

Dado esse plano de fundo, a narrativa de divide em duas em O Necromante, na primeira parte temos a "fonte oral", que nada mais é do que os personagens contando seus relatos, ou seja, suas experiências com o homem de manto branco e todo o teor sobrenatural que o rondeia. O interessante é observar que, mesmo céticos, ambos os personagens admitem que a figura excede aquilo que é natural. 

Já na segunda parte, intitulada "fonte escrita", temos uma forma diferente de narrativa, onde um dos personagens presentes na história Hermann, o tenente dinamarquês B. Manda relatos para Hermann após o encontro dos dois sobre a história da figura mística do necromante, lemos esses relatos como se estivessem endereçados a nós, leitores. 

Ambas as narrativas funcionam muito bem e complementam uma a outra, é incrível ver como Flammenberg (que é um pseudônimo de Karl Friedrich Kahlert) utiliza desses artifícios para nos manter interessado na figura do necromante, o autor utiliza também de métodos de investigação para entendermos mais a respeito da figura que leva o nome da obra, tal elemento também foi muito usado por outros autores como Edgar Allan Poe com o Detetive Dupin e a nossa querida Agatha Christie!


Enfim, no geral O Necromante foi uma leitura que abriu meu leque acerca de conhecimento literário e me atiçou muito mais pra conhecer mais sobre a literatura alemã! Nem preciso dizer que mega recomendo, né? 

8 comentários:

  1. Eu conheci a literatura alemã na faculdade, acabei passando um pouco por ela durante os estudos e quando eu fiz o TCC também dei uma leve pincelada por esse mundo, mas nunca tinha parado pra ler algo alemão mesmo, inclusive fiquei bem curiosa com esse livro. Não o conhecia e adorei seus comentários sobre ele, quero muito ler!

    ResponderExcluir
  2. ola tudo bem
    Que resenha espetacular e o tema deveria ser mais difundido para os jovens, haja vista que no mercado brasileiro de romances e dramas góticos em especial os dos séculos XVIII e XIX que estão chegando com tudo. Então vamos a caça destas relíquias
    Depois você confere o pensador alemão Friedrich Wilhelm Nietzsche que você vai gostar..
    e muito obrigado pela dica!!

    ResponderExcluir
  3. Necromante é um livro bem a frente de seu tempo,mesmo para um obra alemã estilo gótica esse livro continua conquistando gerações.Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  4. É um clássico né? Sempre falo que esse livro é um clássico real! Nunca li o livro, mas sempre vejo que as pessoas tem uma boa visão dele. É um drama gótico, cheio de mistério envolta e um livro a frente do seu tempo. Preciso ler urgente para tirar minhas conclusões.

    ResponderExcluir
  5. para quem é fã deste tipo de livro e para quem gosta de navegar por um submundo onde existem aparições inexplicáveis é o livro ideal.
    para mim certamente seria um livro que me iria deixar "sem dormir" durante algum tempo

    ResponderExcluir
  6. Oi Léo, tudo bem?
    Não conhecia a obra e nem o autor, parece ser interessante, mas não é algo que eu leria. Mas gostei de como narração da história é feita.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi Léo! Achei bem interessante a proposta do livro. Não conhecia nada sobre a obra, mas achei mt chamativa a capa e a história. Mas, não sei se leria, ao menos, nesse momento. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo certo? Gostei bastante da premissa do livro, não o conhecia ainda! Certamente esse vai para a minha lista de próximas leituras.

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

CLIQUE E PARTICIPE!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: NOVO MUNDO EM CHAMAS

parcerias

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels