.

RESENHA: RUMO AO SUL

16 de fevereiro de 2020


RUMO AO SUL
Autor: Silas House

Editora: Faro Editorial

Páginas
: 272 páginas
Resenha escrita por:
 Leonardo Santos
Compre aqui!

E se você descobrisse que viveu muito tempo sob perspectivas equivocadas? E que foi cruel com uma das pessoas que mais amava no mundo? Essa é a jornada...Ao sul dos Estados Unidos, numa pequena cidade do Tennessee, o pastor Asher Sharp tem de encarar o seu próprio passado após uma das mais violentas enchentes que aquelas terras já enfrentaram.Então um casal gay pede abrigo ao pastor após ajuda-lo no socorro a outras pessoas, mas perderam tudo na inundação. Asher se vê diante de um dilema, quer abrigar os dois homens mas encara a recusa de sua esposa. Um fato que vai trazer à tona histórias enterradas de sua própria vida, da rejeição ao seu irmão, que era também seu melhor amigo.Algo que o faz questionar todos os valores daquela comunidade e tomar atitudes de ruptura, que desencadeiam uma série de outros eventos.Decidido a encontrar o irmão de quem ele se afastou e nem sabe o paradeiro, desejando salvar o filho de um ambiente asfixiante, ele parte numa viagem rumo ao sul. Um percurso em que toda a sua história é passada à limpo, em meio a belas paisagens, novas amizades e descobrindo um mundo imenso, muito diferente do seu, algo que pôde ensiná-lo sobre as coisas mais profundas da vida.
Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje a minha resenha é do livro maravilhoso da Faro Editorial intitulado Rumo ao Sul! A história foi escrita pelo autor Silas House e você pode conferir a resenha sem spoilers logo abaixo.



Cumberland é uma cidadezinha pequena do estado de Tennessee, no sul dos Estados Unidos. Conservadora e tradicional, Cumberland é palco de uam série de desastres naturais quando chuvas intensas alagam várias partes da cidade e deixam diversas famílias desabrigadas. 

Nesse período conhecemos a família do pastor Asher Sharp, composta por sua esposa Lydia e pelo filho do casal,  Justin. Em uma das tempestades, o cachorro da família desaparece, logo  Justin vai procurá-lo e acaba desaparecendo, causando o pânico no pastor e em sua mulher. 
Após algumas procuras resultarem em fracasso, Justin é encontrado por Jimmy e Stephen, um casal homossexual que perderam seu lar por conta dos alagamentos. Sem terem onde ficar, o pastor Asher oferece abrigo ao casal, entretanto tal ideia não é completamente aceita por Lydia, que teme que o casal gay possa exercer algum tipo de má influência em Justin. 

Mediante o preconceito de sua esposa, Asher começa a perceber que tal comportamento não se relaciona com o amor que prega em sua igreja, e retomando relacionamentos do passado (inclusive com o seu irmão que também é gay), Asher começa a compreender que os muros de preconceito que criamos não nos protegem, mas sim nos isolam. 

Pessoal, que leitura! Sério, costumo ter um receio em ler histórias que envolvem religião com medo da forma de como o autor (ou autora) irá retratar certos assuntos, entretanto me vi fascinado pela forma como Silas construiu esses personagens anteriormente citados. Acho importante citar aqui que o livro não tem uma abordagem fanática a respeito da religião, mas sim debate a questão do preconceito e fanatismo que ronda o nosso mundo. 

Com isso, Silas consegue emocionar bastante em seu romance, seja pela evolução do Pastor Asher e pelo seu desenvolvimento com o casal abrigado e até com o próprio filho, Justin. É interessante perceber os detalhes que rondam essa obra justamente para poder dialogar sobre eles, as reflexões que o autor nos trás são imensas, mas creio que a maior delas esteja na nossa capacidade de amar!

9 comentários:

  1. Olá!
    Amar no verdadeiro sentido da palavra não é nada fácil... Exige uma boa dose de desprendimento de nós mesmos, daqueles preconceitos e crenças erradas carinhosamente cultivados ao longo da vida.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito desse tipo de livro, já fiquei encantada por ele pela sua resenha. Adoro histórias sobre amor.

    ResponderExcluir
  3. De acordo com a resenha parece queo livro é interessante.
    Vou conferir e obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
  4. História diferente, gosto de descobrir livros que não fiquem em um casal e sim em uma reflexão pessoal.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Me surpreendi muito com tudo que acabei de ler. Pensei que era uma história, logo de cara. Mas depois de terminar essa resenha, eu quero muito ler esse livro. Adorei mesmo, a história e a tua resenha. Acrescentado à lista com sucesso.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Quero comprar esse livro. Adoro esse estilo de leitura, marcante e apaixonante.

    ResponderExcluir
  7. Oi Leo! Não conhecia o livro, mas já quero mt mt comprar. Amei a sinopse e fiquei doida pra ver a jornada desses personagens. Acredito que tm tudo para ser uma senhora leitura. Adorei a dica. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. O livro tem uma história bem interessante , o preconceito está em todos o lugares até mesmo nós que se dizem caridosos.

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Desde que vi a premissa dessa obra fiquei bem interessada. Confesso que essa coisa da religião me deixou receosa, mas sempre li comentários que mostram que a obra traz uma grande reflexão em relação a como algumas atitudes nossas acabam nos afastando das pessoas e não nos protegendo. Seu post me deixou com mais vontade de ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels