.

RESENHA: OUTRAS PESSOAS

3 de agosto de 2020

As outras pessoas

OUTRAS PESSOAS
Autor(a): 
 C.J Tudor
Editora: Intrínseca
Páginas: 304
Ano de publicação: 2019
Compre através deste link.




Gabe Forman está preso em um engarrafamento, atrasado para o jantar em casa com a família, quando o rosto de sua filha, Izzy, de cinco anos, aparece no vidro traseiro do carro à frente e balbucia “papai”. Três anos depois, Gabe passa seus dias e noites rodando pela estrada em que viu Izzy pela última vez.
Garçonete em um dos muitos postos de gasolina por onde Gabe passa à procura da filha, Katie é solidária ao “homem magro”, apelido que deu a ele. Ela sabe o que é perder alguém. Há nove anos, sua família ficou destruída depois que seu pai foi assassinado.
Fran também vive na estrada com Alice. Mas elas não estão à procura de ninguém; estão fugindo, porque Fran sabe que, se um dia as encontrarem, elas serão mortas.
Todas essas histórias têm algo em comum: pessoas que passaram por acontecimentos terríveis que não conseguem deixar para trás. Elas não vão encontrar a paz no perdão ou no esquecimento. Elas só vão encontrar a paz se fizerem justiça.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro As Outras Pessoas, lançado pela editora Intrínseca. O livro é de autoria de  C.J. Tudor e tem tradução de Giu Alonso.

Tudo o que Gabe Forman deseja a chegar em casa logo para finalmente poder descansar e jantar com sua esposa e filha, mas quanto mais Gabe se estressa com o trânsito mais ele parece demorar para liberar, todo seu estresse some quando ele vê o rosto de sua filha no vidro do carro a sua frente, a garota enuncia "papai" com a boca e o carro desaparece, cortando caminho entre as vias. 


Poderia ser Izzy? Gabe não tem certeza, mas sai em disparada atrás do veículo. Mesmo o perdendo de vista, Gabe para em um posto a beira da estrada e liga pra casa (já que seu celular estava sem bateria). O homem é atendido por uma voz estranha de uma investigadora, perguntando onde Gabe estava e que tinha péssimas notícias para contar a ele... Notícias a respeito de sua filha e esposa. 


Três anos se passaram e Gabe continua a frequentar o mesma conveniência que ligou para casa três anos atrás, o homem continua procurando sua filha, que mesmo dada como morta após as investigações, acredita que esteja viva. Nisso ele acaba conhecendo Katie, a garçonete com um triste histórico familiar que trabalha na conveniência que tanto frequenta. 

Por outro lado temos Fran: uma mulher que foge pelas autoestradas do país com Alice, uma menina que sofre de narcolepsia toda vez que olha diante ao espelho. Sempre que tenta visualizar seu próprio reflexo Alice vê diante de si uma outra menina, tal visão a assusta terrivelmente. 

Os destinos dessas pessoas tão diferentes estão ligadas de uma forma, no mínimo, reveladora. 

Dito isso, pra começar acho interessante avisar que esse é o meu segundo contato com a obra de C.J. Tudor. Ano passado eu li O que acontece com Annie e confesso que pouco me lembro da história, no entanto lembro de ter achado um pouco confuso e por isso o livro não entrou na lista de melhores do ano, logo, fiquei receoso com As Outras Pessoas, mas decidi dar uma outra chance para a autora de Homem de Giz (que eu ainda não li). 



Pois bem, eu gostei bem mais deste livro do que do anterior! As Outras Pessoas possui uma história que te prende e que é coesa, mesmo com três núcleos diferentes de personagens (o que eu achei que seria um problema no início da leitura), as narrativas vão se encontrando conforme as páginas vão passando e um final vai sendo estabelecido. 

Com relação a estrutura da narrativa eu não tenho nenhum problema, inclusive foi o ponto alto do livro! Já na questão do mistério principal (afinal, o que aconteceu com a filha do Gabe?), um leitor atento consegue adivinhar o plot twist antes dele ser revelado de fato. Isso não me incomodou tanto (porque eu gosto de descobrir), mas chega uma parte da história que fica bem mastigado pra quem tá lendo, daí quando realmente é revelado o que você já sabia, o impacto se perde. 

Mas por sorte as coisas acontecem de maneira rápida depois da ambientação dos personagens e de suas histórias (depois da página 150, acredito). Isso faz com que você ganhe um gás e termine a leitura mais rápido. 



Existe também um outro grande mistério: afinal, quem são essas As Outras Pessoas? Esse plot eu achei BEM interessante e complementa muito a história principal, mas acredito que a autora poderia ter explorado essa parte da história ainda mais, até porque foi ela que  mais me atraiu. 

Enfim, entre erros e acertos C.J. tece seu terceiro thriller lançado pela Intrínseca. Recomendo o livro pra quem quiser um suspense que, por mais que algumas vezes seja um tanto previsível, consegue agradar com personagens bem construídos e dar um final satisfatório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: VENHA O QUE VIER

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels