.

RESENHA: INVASORES DE CORPOS

20 de fevereiro de 2021


INVASORES DE CORPOS
Autor(a): Jack Finney
Editora: DarkSide Books

Páginas: 224
Ano de publicação: 2020
Compre através deste link.

Em uma tarde tranquila de uma cidadezinha da Califórnia, o dr. Miles Bennell atende a um pedido de ajuda incomum: a paciente diz que seu tio não é mais o mesmo, que algo possuiu seu corpo e mente. Passados alguns dias, mais pessoas chegam ao consultório com os mesmos relatos, e o que vinha sendo encarado como um delírio coletivo passa a ser levado a sério quando um corpo aparentemente humano, mas sem traços de humanidade, é encontrado. A verdade sobre aquele ser está muito além do que Miles aprendeu na faculdade de medicina e, de maneira desesperadora, ele vê seus vizinhos, amigos, família e pessoas queridas tendo seus corpos e mentes dominados por uma ameaça invisível. Publicado pela primeira vez em 1955, Invasores de Corpos deixou um marco na história da ficção científica. Seu enredo eletrizante e original e a construção da paranoia macabra transformaram o livro em um clássico que até hoje se conecta com muitas mentes e criações macabras da literatura e do cinema ― como Bacurau, recente sucesso nacional de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. E a DarkSide® Books não podia deixar de proporcionar essa experiência extraordinária aos leitores em uma parceria de outro mundo com a Macabra Filmes. Escritor experiente, Jack Finney faz o leitor sentir. Sua habilidade é explorar emoções complexas de modo discreto enquanto o horror cresce. Teorias são tecidas, jornais são consultados, ligações são feitas… O que diabos está acontecendo? E, principalmente: como fazer isso parar?


Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Invasores de corpos, lançado pela DarkSide Books. O livro é de autoria de Jack Finney.



Miles Bennell é um médico que cresceu naquele mesmo pacato subúrbio desde que a sua infância. Com uma vida regularmente agitada, Bennell passa seus dias fazendo seus atendimentos e se encontrando com seus amigos. Nada muito anormal, até que uma série de eventos sequenciais começam a tomar forma de um jeito bem estranho...



Miles atende diversos pacientes por dia e conhece a maioria deles, pois o senso de comunidade naquela região se fortaleceu muito com o passar do tempo. Tudo começa quando uma paciente vem ao seu encontro lhe denunciar que seu tio não é mais o mesmo. Ele até aparenta ser (afinal, tudo em sua fisionomia é extremamente idêntica ao de seu consanguíneo), entretanto há algo de errado. Algo do qual a paciente não sabe lhe dizer propriamente, mas ela tem certeza de que aquele homem não é o seu tio.



A primeira coisa que Miles pensa é em recomendar que a mulher passe em um psicólogo, que entraria bem mais na área da qual a paciência precisa de consulta; mas conforme os dias vão passando, mais pessoas vêm ao seu encontro relatar que familiares e amigos não são... mais os mesmos. Alguém, ou algo, invadiu seus corpos e tomou controle de sua consciência.

Miles não consegue ter uma reação própria, até que o médico vivência uma experiência terrível que confirma alguns dos seus piores temores: Até que ponto podemos ser distinguidos pela nossa natureza? Como identificar que aquele que está ao seu lado realmente é confiável?



Doideira? Nem me fale, comecei a ler essa novela de Jack Finney um tanto quanto desconfiado, afinal, é difícil entrar em uma narrativa aonde você não pode confiar em NENHUM personagem! Isso criou uma atmosfera muito suspeita, o que acaba funcionando muito bem em um thriller de ficção científica! Por sorte, o autor se aprofunda muito mais em sua abordagem.



Além de nos banhar com capítulos mergulhados em pura tensão, esse livro (escrito em 1954), te convence de que a história merece ser lida logo a partir das primeiras páginas. Finney se banha em filosofia e psicologia para criar uma teoria da conspiração digna da década de 60! E olha, eu saboreei cada momento dessa narrativa.


Eu e muito mais gente! Esse livro já foi adaptado diversas vezes ao cinema e acredito que isso se deva pelo tema do enredo que pode ser moldado em muitas vertentes. A versão mais recente desse livro que eu AMO (no entanto, foge um pouco da história original), é Invasores, com Nicole Kidman e Daniel Craig.


Como eu disse, a história se afasta do livro original, mas com certeza merece ser assistido para você ter uma ideia da TENSÃO que se estabelece durante toda a leitura!


PS: Medo de ervilhas depois de ler esse livro? Tá tendo.


 

4 comentários:

  1. Ainda bem que não gosto de ervilha kkkk.
    Deve ser desafiador e incrível ler um livro e não poder confiar em nenhum personagem

    ResponderExcluir
  2. Não escondo minha admiração pelos livros da DarkSide rs cada um mais lindo que o outro e mesmo que o tamanho da fonte não me ajude muito na minha pouca visão, vivo me jogando nos trabalhos da Editora.
    Eu vi a adaptação com a Nicole e mesmo fugindo sim, desse roteiro original, penso que ao menos tenha uma leve sensação do que é o livro em seu total.
    Com certeza, quero muito ler!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Leo!
    Fascinada com o livro. Adoro quando tem essa tensão e por não se saber em quem confiar, acompanhar o lado mais psicológico do enredo e aquela tensão constante... já assisti duas adaptações do livro e como falou, a mais recentes não é tão fiel, mas o livro é muito bom.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. A darkside como sempre incrível!! Não conheço muitos títulos de ficção científica e esse eu não conhecia, mas gosto desse mistério que envolve a trama.

    @yasmindeciles

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: SEGUNDA FUNDAÇÃO

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels