.

RESENHA: GUERRA DO VELHO

12 de julho de 2021

GUERRA DO VELHO
Autor(a):  John Scalzi 
Editora: Aleph

Páginas: 368
Ano de publicação: 2016
Compre através deste link.

A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis – e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD - Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Guerra do velho lançado pela editora Aleph. O livro é de autoria de John Scalzi, tem tradução de Petê Rissatti. A resenha foi escrita por Leonardo Santos.



Ao completar 75, John Perry toma algumas medidas; primeiro ele vai visitar o túmulo de sua falecida esposa e logo em seguida ele se alista nas Forças Coloniais de Defesa. A FCD nada mais é que um grupo de combatentes intergalácticos que juraram proteger a raça humana nos diversos mundos colonizados pela nossa raça. 

Uma das únicas exigências da FCD é que só pode se alistar pessoas com 75 anos, isso porque ao assinar o contrato e se tornar um soldado, a pessoa é dada como morta no planeta Terra, assim,  a viagem que o alistado fará será apenas de ida para a guerra. 

Perry não tem muitos laços com o planeta natal, seu único filho é um tanto distante e já possuí sua própria família, isso associado ao mistério sobre como a FCD o transformará em um combatente de elite, afinal o seu corpo não é mais o mesmo de quando jovem. Mistérios rondam sobre a tecnologia da organização, se sabe que ela é muito mais avançada do que a existente na Terra (alguns até dizem que a FCD consegue rejuvelhecer os combatentes). 


Nisso, nós mergulhamos na jornada de John Perry através do espaço, e nossa, a verdadeira jornada está em ler esse livro maravilhoso! Sempre fui muito fã de ficção-científica, gosto da temática e sempre fiz questão de trazer livros deste gênero aqui pro Porão, bom, "Guerra do velho" é um livro que convence qualquer um a dar uma chance para se aventurar - e apaixonar - por ficção científica. 

São tantos pontos positivos que foi até difícil escrever essa resenha. Comecei a leitura de "Guerra do velho" de modo despretensioso, não conhecia a escrita do autor e por isso não criei expectativa (mesmo lendo resenhas elogiosas a respeito do livro),  e em menos de trinta páginas eu já tava mergulhado na história de uma forma muito intensa. 

Acredito que o maior triunfo do Scalzi esteja em seus personagens extremamente carismáticos e divertidos, especialmente nosso protagonista! John Perry é incrível e eu queria muito ser amigo desse cara. Logo conhecemos uma série de personagens coadjuvantes que me conquistaram de primeira. 


Scalzi tem pleno controle de sua narrativa e dificilmente você ficará entediado ao ler esse livro, "Guerra do velho" consiste em três partes principais e é possível notar como a trama vai crescendo conforme vamos virando as páginas. Enquanto a primeira parte é mais 'leve' e introdutória (desvendando o mistério a respeito da FCD), a segunda parte temos um cenário de treinamento militar (que lembra muito filmes como Nascido para matar e Apocalypse Now) e capítulos de ação, missões e etc.

Já a terceira parte acabou me surpreendendo muito pois ela evoca uma série de personagens que poderão ser muito importantes nos próximos livros, uma em específica me conquistou logo do começo,  Jane Sagan! Não vou falar muito sobre ela pra não dar spoilers, mas espero ver muito dela no futuro! 

Além disso, Scalzi consegue trabalhar muito bem elementos filosóficos e políticos em seu primeiro livro; uma coisa que eu achei incrível foi em como em certo capítulo eu estava rindo e me divertindo horrores com algumas das piadas de John e no outro eu estava emocionado com algumas das conversas entre ele e Jane. Além disso, a própria reflexão a respeito da natureza humana e como somos propensos a destruição são abordados de uma forma nada superficial. 


Esse livro já entrou pra lista de melhores do ano, e talvez seja o melhor livro de ficção científica que eu já li na vida! (sem exageros), portanto eu indico ele a todos - principalmente pra quem não leu nada do gênero ou então o evita por algum motivo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels