.

RESENHA: AS CRIAS DE HASTUR

7 de setembro de 2021

 


AS CRIAS DE HASTUR
Autor(a):  A.Z. Cordenonsi
Editora: AVEC Editora 

Páginas: 120
Ano de publicação: 2021
Compre através deste link.

Em um mundo que tenta desesperadamente esquecer os horrores da segunda Grande Guerra, forças ocultas na escuridão traçam planos para homens e monstros. E a capital do novo mundo que se descortina das chamas da guerra se tornará o palco de uma batalha pela alma da humanidade. Recém chegado da Europa devastada, o Padre é um sujeito que viu mais do que gostaria do que o sobrenatural tem a oferecer e que ganha a vida lavando pratos ou lutando contra demônios, o que acontecer primeiro. Solitário e irritadiço, ele é obrigado a se reunir a um grupo nada amistoso quando eventos místicos fogem ao seu entendimento. Armado com duas pistolas FN 1910, uma katana e uma batina arruinada, o Padre vai precisar enfrentar os submundos de Manhattam se quiser sobreviver. Reunidos pela implacável Madame Dyer, ele se junta à jovem engenheira Cláudia Tesla, a um Golem com tendências suicidas, ao arquivista Abdul Alhazred, a imortal assassina Princesa Moura e à Humphrey Lovecraft, um garoto assustadiço que assumiu o manto místico do pai após a sua morte. E quando a principal feiticeira de Chinatown é encontrada à beira da morte, eles são obrigados a deixar as diferenças de lado para impedir que um demônio ancestral invada as ruas da cidade. Eles podem não ser os heróis que o mundo quer, mas, com certeza, são os heróis que o mundo precisa.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro As Crias de Hastur - Irmandade do Olho do Corvo lançado pela editora Avec. O livro é de autoria de A Z Cordenonsi e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


 
Chinatown, 1947. Com um cenário um tanto caótico pós segunda guerra mundial, nós acompanhamos o Padre, figura um tanto enigmática que é levado até Nova York para solucionar um caso de uma possível possessão que tomou conta no bairro chinês.


O Padre no entanto não é aquela figura tradicional ligada a igreja da qual estamos acostumados, o homem leva consigo um par de armas e está acostumado a aventuras intensas das quais geralmente é contratado. 

Ao chegar no local, essa figura associa-se a um seleto grupo de excêntricos na realização dessa difícil missão, entre eles temos um golem, um arquivista e  Humphrey Lovecraft, que não é nada mais nada menos do que filho adotivo do próprio H. P. Lovecraft. Essa equipe então, conhecida como a Irmandade do Olho do Corvo, tem como objetivo ajudar o filho de Lovecraft e salvar o mundo de uma criatura nefasta que circula pela rede de esgotos de Chinatown.


Bom, este é o primeiro volume de uma provável série, escrita por A Z Cordenonsi, eu fiquei fascinado pela forma como o autor consegue estabelecer um ritmo eletrizante desde as primeiras páginas! As crias de Hastur é um daqueles livros que você pega em uma tarde e já quer finalizá-lo no mesmo dia! Sua narrativa é rápida e com vários elementos cômicos que ainda dão mais fluidez para a leitura.

Isso vai também pelos personagens extremamente carismáticos, amei o humor que o Padre tem e a forma como ele interage com os outros personagens da Irmandade, todos tem um pequeno desenvolvimento nesse primeiro volume e passamos a conhecer mais sobre as características de cada um - grande ponto positivo para o autor. 

Mesmo não sendo o maior fã de Lovecraft, gostei das referências que Cordenonsi colocou nesse primeiro livro, principalmente com relação ao cthulhu e a forma como a criatura famosa dos contos de horror é apresentada! 


Além disso, a edição da AVEC está belíssima e cheia de detalhes que complementam ainda mais a leitura, como trechos de anotações do padre e de outros personagens, mapas e muitos mais detalhes. Isso faz com que você mergulhe na obra de cabeça!

Enfim, gostei muito desse primeiro volume do - curto - livro, espero muito que o autor continue com o mesmo ritmo nos próximos livros da saga da Irmandade. Até lá, resta-nos esperar!



Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: OS ASSASSINATOS NA RUA MORGUE E OUTROS CONTOS

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels