.

RESENHA: ARISTÓTELES E DANTE DESCOBREM OS SEGREDOS DO UNIVERSO

17 de novembro de 2021

 


ARISTÓTELES E DANTE DESCOBREM OS SEGREDOS DO UNIVERSO
Autor(a):  Benjamin Alire Sáenz
Editora: Seguinte

Páginas: 394
Ano de publicação: 2014
Compre através deste link.

Em um verão tedioso, os jovens Aristóteles e Dante são unidos pelo acaso e, embora sejam completamente diferentes um do outro, iniciam uma amizade especial, do tipo que muda a vida das pessoas e dura para sempre. E é através dessa amizade que Ari e Dante vão descobrir mais sobre si mesmos - e sobre o tipo de pessoa que querem ser. Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão. Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas - e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo.


Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro ARISTÓTELES E DANTE DESCOBREM OS SEGREDOS DO UNIVERSO lançado pela editora Seguinte. O livro é de autoria de Benjamin Alire Sáenz e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


Mais um verão se aproxima na ensolarada El Paso. Com ele, Aristóteles - que insiste em ser chamado de Ari - é fortemente incentivado pelos seus pais a interagir com outras pessoas e ser mais social. Ari, no entanto, é mais retraído; tem poucos amigos e não gosta muito de se destacar. 

Mas o calor está ali, e com ele o rapaz vai parar o parque da cidade ter algumas aulas de natação. Ao conhecer os instrutores, no entanto, Ari entra na defensiva e se mantém distante... Talvez seja algo com relação com a forma como eles conversam de garotas e outros tópicos que cause esse estranhamento a ele. Tudo muda quando ele conhece Dante, um rapaz que lhe oferece algumas dicas de natação. 

Aos poucos a relação entre os dois vai crescendo, Ari vê em Dante um possível amigo e o sentimento acaba sendo mútuo, conforme o verão avança esse sentimento vai se alastrando: Dante parece entender Ari de uma forma que nem ele mesmo entende, entre sugestões de livros e tardes ociosas ambos percebem que o universo é repleto de mistérios dos quais eles, dois jovens adolescentes, estão muito longe de descobrirem. 

Finalmente eu li o livro queridinho dos leitores e leitoras. Minha vontade de ler Ari e Dante sempre esteve presente, principalmente por trazer personagens LGBT e por toda a escrita filosófica que Benjamin trás em sua escrita. 

Escrita essa que transborda todo aquele vazio e encantamento que a adolescência nos faz passar. Na história nós temos o ponto de vista de apenas um personagem: Aristóteles. Com uma família que persiste em guardar segredos, Ari parece guardar segredos de si próprio e essa ânsia por desvendá-los movimenta a narrativa de forma fluída.

Li algumas críticas com relação ao desenvolvimento da história, alguns dizem que ela demora muito pra começar e que o personagem principal não é tão carismático assim, mas eu não vejo dessa forma... Ari é extremamente humano, contém suas falhas e suas limitações que são estabelecidas por ele próprio, pelo cenário onde vive ou pela sua experiência de mundo, é bem legal ver como ele confronta essas limitações e, como aos poucos ele vai descobrindo os segredos do universo dentro de sua mente. 

Já com relação ao final, sim, eu achei muito apressado. O que acalenta meu coração é que a continuação do livro irá iniciar no exato momento em que esse terminou! Quero ver mais da relação entre os dois rapazes e como as experiências do final da adolescência irá afetá-los. 

Um livro agridoce que, assim como a adolescência, evoca os pontos altos e baixos das relações humanas e a jornada por descobrirmos à nós mesmos conforme contemplamos os mistérios do universo. Eu gostei muito dessa narrativa e espero que vocês possam mergulhar também nessa narrativa.  

 
 

Um comentário:

  1. Eu tava desanimada para a continuação por conta de algumas polêmicas do autor, mas li alguns capítulos que foi disponibilizado e até que gostei e fiquei curiosa com o que vai acontece.

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: CIRCE

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels