.

RESENHA: AS FONTES DO PARAÍSO

19 de julho de 2022



AS FONTES DO PARAÍSO
Autor(a):  Arthur C. Clarke
Editora: Aleph

Páginas: 337
Ano de publicação: 2022
Compre através deste link.

Há dois mil anos, o rei Kalidasa desafiou sua família e sua religião para empreender uma verdadeira maravilha arquitetônica: a construção de um suntuoso palácio no topo de uma montanha, cercado de jardins e fontes incomparáveis, que o alçaria aos céus e o igualaria aos deuses. Vinte séculos depois, o ambicioso engenheiro Vannevar Morgan se propõe a criar uma ponte que ligará a Terra ao espaço sideral. No meio desse caminho, porém, surge um obstáculo inesperado: um monastério budista localizado sobre a única montanha em que seu projeto poderia ser construído. Ao mesmo tempo, a humanidade detecta um estranho sinal de rádio, de origem não humana, vindo de uma das regiões mais improváveis do espaço. Pela primeira vez na história o planeta Terra é contatado por uma raça alienígena que, ao que tudo indica, está cada vez mais próxima.



Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro As fontes do paraíso lançado pela editora Aleph. O livro é de autoria de Arthur C. Clarke e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.

Em uma narrativa fragmentada pelo tempo e pelo espaço, primeiro conhecemos o reino de Tapobrana, governado pelo imperador Kalidasa. Em uma tentativa de criar um templo que fosse admirado por todos, Kalidasa instalou uma belíssima estrura arquitetônica no topo de uma montanha. 

Toda a estrutura do local é admirado pelos seus jardins, fontes e locais de preces, tanto é que o lugar virou um patrimônio histórico com o decorrer do tempo. Vinte séculos depois, no entanto, esse patrimônio pode encontrar o seu fim. Isso por conta de um projeto ainda mais ambicioso do engenheiro Vannevar Morgan, que pretende criar uma ponte que ligará o planeta Terra até o satélite, cruzando o espaço sideral. 

Esse projeto do Dr. Morgan trará uma discussão a respeito entre costumes religiosos e avanços científicos, e não será fácil para nenhuma parte ceder aos desejos dos outros. Em paralelo a isso, para dificultar ainda mais as coisas, uma frequência alienígena é captada através do espaço por uma raça extraterrestre! E, ao captar esse sinal, fica claro de que essa raça está se aproximando da terra, mas tudo o que gira ao redor deles é cercado de mistério - como suas intenções com os terráqueos. 

Três narrativas paralelas dividem "As fontes do paraíso", meu primeiro contato com a escrita de Arthur C. Clarke. O autor é muito famoso por ter um vasto trabalho no campo da ficção científica, e eu como fã do gênero estava muito animado para ler algo do autor de "2001: Odisseia no espaço", mas talvez "As fontes do paraíso" não tenha sido a melhor escolha para iniciar minha leitura. 

Isso porque o livro é tecido em relatos que, muitas vezes, são técnicos e extremamente minuciosos, a respeito desse projeto que irá além das camadas atmosféricas até o espaço. Dá pra ver a genialidade de Clarke em colocar uma física aparentemente possível em um feito tão digno de ficção científica, mas confesso que fiquei um pouco perdido durante a história - principalmente nessa parte mais científica disso tudo. 

O enredo é bom e me prendeu, confesso que fiquei bem animado pela discussão até filosófica que o autor emprega a seus personagens nesse embate científico que se consolida nas páginas, mas talvez eu estivesse esperando uma narrativa que fosse mais sequencial, com um clímax e um conflito que fosse crescendo... não sei. 

Só pra deixar bem claro: não achei o livro ruim, apenas complexo demais pra mim no momento! Com certeza farei a releitura dele e, além de tudo, quero pegar outros livros do autor para fazer uma leitura mais atenta e começar a me adaptar com seu estilo de escrita (fiquei sabendo que além de 2001, o livro "O fim da infância" é um livro incrível que merece ser colocado à frente da lista de leituras). 

Além disso tudo, existe o plot do contato alienígena da história (que ficou meio a parte de tudo o que estava acontecendo), achei essa parte mais "desconexa" e que poderia facilmente ser melhor integrada ao tema central do livro, mas paciência! 

De suma, acho que preciso estar mais maduro com a escrita do Clarke para apreciar melhor o livro! Mas tentarei novamente depois de ler mais alguns livros do autor, até lá... Vamos de outros livros do mestre Clarke!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: DESENHOS OCULTOS

SIGA NO INSTAGRAM

PORÃO NO YOUTUBE!







Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels