30 de junho de 2023

RESENHA: A NOVA ERA DO IMPÉRIO

 


Autor(a):  Kehinde Andrews
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 358
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Neste livro, o sociólogo britânico Kehinde Andrews reconstrói a história do Ocidente para demonstrar que racismo, xenofobia e afetos correlatos não são fenômenos regressivos ou anacrônicos. Pelo contrário, longe de significarem o retorno a um passado que a modernidade teria há tempos enterrado, eles seguem presentes, como substrato da sensibilidade cotidiana e cimento de nossa estrutura social.Assolada por uma crise de representatividade sem precedentes, desprovida de utopias que possam conter o avanço predatório do capitalismo e sob a ameaça iminente da emergência climática, a civilização ocidental procura uma saída que não pode mais ser oferecida por nenhuma de suas (des)ilusões de progresso. “É a chance de recusar a próxima atualização de sistema do imperialismo, destruir o hard drive e criar uma estrutura inteiramente nova para o sistema político e econômico mundial.”

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A nova era do império lançado de pela editora Companhia das Letras. O livro é de autoria de Kehinde Andrews  e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


"Um dos principais motivos para a covid-19 não ter sido devastadora na África é que há muitos menos idosos, pois a população morre mais jovem. Na Nigéria, que tem a maior população do continente, apenas 2,5% das pessoas têm mais de 65 anos, em comparação com os mais de 15% dos Estados Unidos."

Foi essa frase, presente logo no prefácio do livro "A nova era do império" que me fez devorar esse livro em poucos dias. Em um retrato amplo que passa pelo continente africano, pela europa e pela américa, eu fiquei impressionado com o quanto a escrita de Kehinde Andrews é precisa em todos os pontos possíveis. 


Escrito pelo sociólogo britânico Kehinde Andrews, este livro é uma obra profundamente impactante que mergulha nas entranhas do racismo estrutural em escala global. Com uma abordagem corajosa e perspicaz, Andrews desafia as narrativas dominantes que sustentam a ideia de que o Ocidente foi fundado com base em revoluções científicas, industriais e políticas, e em vez disso nos convida a reconhecer que genocídio, escravidão e colonialismo são as verdadeiras pedras fundamentais sobre as quais essa civilização foi construída.


Ao longo das páginas desse livro, somos confrontados com uma realidade incômoda: o recrudescimento do racismo, em suas formas mais brutais, tem sido um fenômeno global, intimamente entrelaçado com a ascensão da extrema-direita como uma força política hegemônica nas democracias ocidentais.

Andrews desvela as conexões profundas entre esses dois fenômenos, revelando como o racismo estrutural está enraizado na sensibilidade cotidiana e permeia a estrutura social em que vivemos, seja através de políticas de exclusão, propagandas e publicidades com um racismo evidente ou então "mascarado", práticas de reforços a comportamentos racistas... Tudo isso anexado ao modo de viver da sociedade.


O autor nos mostra, de maneira contundente, que o racismo e a xenofobia estão presentes em nossa sociedade contemporânea, moldando relações sociais, políticas e econômicas. Ao desafiar essa percepção comum, Andrews nos convida a repensar nossas suposições e confrontar as realidades desconfortáveis ​​que permeiam nossa existência.

"A Nova Era do Império" é um chamado à ação. Andrews nos lembra da crise de representatividade sem precedentes que enfrentamos, bem como da necessidade urgente de encontrar alternativas ao avanço predatório do capitalismo e à iminente emergência climática. Nesse sentido, o autor sugere que é hora de rejeitar as ilusões de progresso oferecidas pelo sistema imperialista, destruindo o "hard drive" e recriando uma estrutura política e econômica que seja verdadeiramente equitativa e sustentável.


Com uma escrita envolvente e argumentos embasados, Kehinde Andrews nos desafia a enfrentar a verdade desconfortável sobre o racismo estrutural em escala global. Este livro é uma leitura indispensável para todos que desejam compreender as complexidades do mundo contemporâneo, confrontar os preconceitos arraigados e buscar uma transformação genuína em prol de uma sociedade mais justa e igualitária.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "EM BUSCA DO REINO"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler Em busca do reino, de Reyves L.B. 

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!