21 de julho de 2023

RESENHA: ASCENSÃO DAS TREVAS

 


Organizadores:  C. S. Pacat 
Editora: Galera Record
Páginas: 508
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

O mundo da magia já não existe mais. Seus heróis estão mortos; seus salões, em ruínas, e as grandiosas e épicas batalhas entre a Luz e as Trevas jazem adormercidas. O mundo parece ter se esquecido e as pessoas acreditam viver em tempos de paz. Apenas os Regentes ainda se lembram daquilo que um dia existiu, e por isso, mantêm a sua vigia secular, jurados a proteger a humanidade caso algum dia o Senhor das Trevas regresse. Will, um garoto de dezessete anos, está fugindo, perseguido pelos homens que mataram a sua mãe. Quando um ex-criado conta a ele que o seu destino é lutar ao lado dos Regentes, Will é apresentando a um mundo mágico, onde precisa treinar para estar à altura do papel crucial que terá na iminente guerra contra as Trevas. Com Londres ameaçada pelo retorno do Rei das Trevas, os heróis e os vilões renascidos de uma guerra há muito esquecida começam a se movimentar. Mas com os novos descendentes da Luz e das Trevas assumindo o próprio destino, antigas alianças, inimizades e paixões irão ressurgir com toda a força. Agora, cabe a Will se unir aos últimos heróis da Luz para impedir que o mundo, e ele mesmo, caia novamente nas mãos de forças sinistras.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Ascensão das trevas lançado pela editora Galera Record. O livro é de autoria de C. S. Pacat e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.


"Ascensão das Sombras" é o primeiro volume da nova série de fantasia escrita por C. S. Pacat (autora da trilogia O príncipe cativo e Fence). Aqui, somos apresentados a um mundo onde as trevas estão prestes a se elevar. A magia já não existe mais, os heróis foram dizimados e as batalhas épicas entre a Luz e as Trevas tornaram-se meras lendas. 

A humanidade parece ter esquecido, acreditando viver em tempos de paz. Porém, os Regentes, os guardiões da antiga ordem, permanecem vigilantes, jurados a proteger a humanidade caso o Senhor das Trevas retorne.


Will, um jovem de dezessete anos, vê-se perseguido pelos homens que tiraram a vida de sua mãe. Sua jornada o leva a descobrir que seu destino está entrelaçado com os Regentes, introduzindo-o a um mundo mágico onde ele precisa aprimorar suas habilidades para desempenhar um papel crucial na iminente guerra contra as Trevas.

À medida que Londres se vê ameaçada pelo retorno do Rei das Trevas, heróis e vilões renascidos de uma guerra há muito esquecida começam a se mover. Antigas alianças, inimizades e paixões ressurgem com toda a força. Cabe a Will unir-se aos últimos defensores da Luz e impedir que o mundo, e ele próprio, caiam novamente nas mãos de forças sinistras.


"Ascensão das Sombras" é uma leitura absolutamente fascinante, que conquista desde o primeiro momento. A complexidade e profundidade dos personagens foi um dos pontos altos da minha leitura, enquanto o mundo mágico criado por C. S. Pacat é encantador e repleto de detalhes ricos. A trama evoca lembranças de histórias clássicas de bem versus o mal, mas possui uma abordagem única e inovadora que adiciona elementos surpreendentes ao gênero.

 Os personagens, longe de serem estereótipos, são retratados com nuances e ambiguidades, lutando com seus passados e seus destinos. Essa complexidade torna a leitura ainda mais envolvente, pois nos vemos imersos nas suas lutas internas e nos desafios que enfrentam.


Outro aspecto que se destaca é a diversidade presente no mundo e nos personagens. C. S. Pacat traz uma abordagem inclusiva, oferecendo representatividade em termos de raça, sexualidade e origens culturais. Isso enriquece ainda mais a narrativa, tornando-a mais realista.

A escrita de Pacat é habilidosa e envolvente, transportando o leitor para um universo mágico repleto de aventuras, intrigas e poderosos conflitos. A trama é bem estruturada, mantendo um ritmo acelerado e uma tensão constante. A autora também mergulha em questões filosóficas mais profundas, como o significado de ser um escolhido, a influência da natureza versus criação e a luta entre o livre arbítrio e o destino. Essas reflexões agregam camadas adicionais à narrativa e instigam o leitor a refletir sobre sua própria existência e crenças.


C. S. Pacat demonstra sua maestria ao construir o início de uma história potente! Fiquei muito animado pois esse é meu primeiro contato com a escrita da autora e acho que ela já começou essa nova trilogia com o pé direito! Agora é esperar pela continuação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

RESENHA: OS FRÁGEIS FIOS DO PODER

Organizadores:    V. E. Schwab Editora:  Galera Record Páginas: 756 Ano de publicação: 2023 Compre através deste link. Antigamente...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!