17 de julho de 2023

RESENHA: PRIMAVERA DOS DEUSES

 


Organizadores:  G. H. A. Matias 
Editora: Viseu 
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Você já parou para pensar sobre o que você faria se fosse um deus? Zennycky e seus amigos têm a oportunidade de pensar no assunto todos os dias enquanto estudam na melhor instituição para formação de deuses do mundo. Juntos eles enfrentam desafios, estudam, aprimoram suas habilidades e se destacam em busca de aumentar o número de adoradores e fazerem parte de um panteão divino. Contudo, nesse primeiro ano escolar, um incidente ameaça os objetivos de Zennycky e alguns de seus companheiros, manchando sua reputação e colocando em xeque o seu futuro como deus.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Primavera dos deuses lançado pela editora Viseu O livro é de autoria de G. H. A. Matias e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 
"Não se deixe diminuir pelo senso comum, siga seus instintos."

Em um mundo dominado pela magia onde as pessoas podem se elevar ao status de deuses, Klaus é o príncipe-herdeiro da nação Oeste, no reino de Gaia. Ele e Zennycky, seu fiel amigo e servente de origem humilde, aguardaram a carta de admissão de Klaus Teonis na prestigiada Escola Preparatória Chaos. 


A escola prepara futuros potenciais para serem deuses, mas se tornar adorado por milhões de pessoas em todas as nações pode ser mais difícil do que parece. Klaus Teonis é aceito em Chaos, o que surpreende a todos é que uma vaga de bolsista (um dos métodos mais honrosos de entrar na escola) foi concedida a ninguém menos que do Zennycky. 

Nesse primeiro ano escolar, eles enfrentam desafios, aprimoram suas habilidades divinas e buscam aumentar o número de adoradores para alcançar um lugar nos panteões divinos. No entanto, um incidente ameaça seus objetivos, colocando em xeque a reputação de Klaus, Zennycky e alguns de seus amigos. 



QUE. HISTÓRIA. INCRÍVEL. Fico pensando que se eu tivesse acesso a "Primavera dos deuses" quando eu tinha uns doze anos, ia acabar ficando ainda mais viciado nessa história do que eu estou agora. Pra início da conversa, algumas das maiores inspirações do autor (G. H. A. Matias) foram Percy Jackson e Dungeons e Dragons. Bom, o autor realmente consegue mesclar ambos, nos dando um mundo extremamente rico em mitologias, complexidade política e personagens extremamente divertidos e carismáticos. 

Pra começar, é legal falar que na própria escola Chaos nós vemos diversas figuras da mitologia grega, nórdica e por aí vai. Athena acaba sendo a diretora de Chaos e alguns dos professores são figuras famosas no panteão divino, sério, eu amei ver Artemis dar aula de caça e por aí vai. 


Esse primeiro livro do Matias é bem introdutório, então vamos acompanhando os personagens conhecendo a escola, se aventurando em eventos que podem gerar a eles os tão desejados adoradores, precisando entregar provas e participar de desafios que podem trazer a ruína a cada um deles. 

O esquema de "adoradores" que eu disse anteriormente é extremamente interessante, pois a maioria dos eventos que acontecem em Chaos (como o início de ano letivo, as Eleições de Primavera e muitos outros eventos) são exibidos para todas as nações para que os estudantes possam ganhar adoradores e chegarem perto ao status de deuses, do qual tanto almejam. Amei essa dinâmica e como isso afeta a história de cada personagem


E temos muitos personagens incríveis! Zenny, Klaus, Erick, Rory Rodrigo, Murilo, e Bernardo... Alguns amáveis e outros detestáveis! Os sentimentos de amizade, rivalidade e superação são explorados com maestria, assim como as relações familiares que se transformam em verdadeiros laços fraternos.

Caças ao tesouro, combates entre equipes, testes de sobrevivência. O grupo protagonista desse primeiro livro passou por muita coisa durante o primeiro ano letivo em Chaos, e as coisas ficam ainda mais tensas quando eles são acusados de algo terrível, tão terrível que pode por todo o trabalho que tiveram para chegar ali a perder. 




Divertido e com algumas críticas sociais muito bem apontadas (como o sistema das famílias nobres e da espetacularização), eu AMEI esse primeiro volume e mal posso esperar para ler mais sobre esses personagens dos quais eu já considero amigo. 



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "OS SETE CÉUS"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler  Os sete céus: O chorar dos anjos, livro 1, de Viniciu...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!