10 de novembro de 2023

RESENHA: NUNCA FOI TUA CULPA

 


Organizadores:  Adriana Zwiernik 
Editora: Independente
Páginas: 386
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Uma jovem pobre e carente. Um professor alcoólatra. Um adulto solteiro e rico. Um jovem bonito e popular na escola. Somente uma amizade intensa é capaz de fazer com que pessoas tão distintas olhem para suas próprias feridas e fracassos e os levem ao caminho de suas curas.Maria, uma jovem estudante, está tendo um dia péssimo na escola. Ela é brigona e desaforada, mas tem um motivo muito sério para ser assim. O passado de sua mãe a atormenta, fazendo com que ela odeie sua vida.Maria nunca imaginou que seu futuro poderia ser diferente, mas uma chance de mudar lhe é oferecida e ela resolve aceitar. Essa atitude transforma tudo e todos ao seu redor.Um conto de fadas moderno, cheio de personagens cativantes! Um livro com muita emoção e situações que nos aproximam dos personagens.


Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Nunca foi tua culpa lançado de maneira independente. O livro é de autoria de Adriana Zwiernik e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.   



"Nunca foi tua culpa" é uma narrativa que explora as vidas entrelaçadas de Maria, Juca e Lucca. Maria uma jovem marcada por um passado doloroso, considerada problemática pela administração de sua escola, Maria precisa lutar em dobro para conseguir as coisas em sua vida. 

No outro lado da moeda nós conhecemos Lucca, um jovem extremamente rico que conseguiu sucesso ao desenvolver uma espécie de tecnologia robótica de vigilância para empresas. Mesmo bilionário, Lucca parece não ter encontrado seu propósito, e na tentativa de tentar preencher o vazio que ocupa seu interior, Lucca vai até Juca, seu antigo professor, com uma proposta. 


Lucca fica surpreso ao descobrir que Juca não é mais professor na instituição onde outrora estudava. Ao invés disso, o bilionário encontra o antigo professor vivendo em situação de rua. Juca vive em uma luta intensa contra o alcoolismo, e por conta disso acabou perdendo quase tudo. No entanto Lucca oferece um recomeço para Juca. 

A ideia de Lucca é abrir uma espécie de centro de apoio para atletas da comunidade. Juca então passa a administrar esse local, e acaba contratando Maria para auxiliá-lo. Com isso, a vida dos três passam a sofrer mudanças que podem salvá-los de seus problemas internos e externos. 


Um dos pontos que eu mais gostei em "Não foi tua culpa" é que cada personagem carrega suas próprias batalhas internas: Maria, determinada a superar seu passado; Juca, tentando se libertar do álcool que o consome; e Lucca, enfrentando a solidão e o vazio apesar de sua riqueza material. O cerne do enredo reside nas interações e conexões entre esses personagens. À medida que o time é formado e os treinos começam, eles encontram consolo uns nos outros. A amizade entre Maria e Zé se destaca, revelando-se como um elo inesperado e muito potente!

Começamos com Lucca narrando, mas temos capítulos com ponto de vista que varia entre os três protagonistas citados. Quem merece realmente um destaque nessa resenha é a Maria, que personagem incrível. A autora conseguiu desenvolvê-la de modo pleno em sua narrativa, seus altos e baixos, e é impossível não torcer para que tudo dê certo em sua trajetória conflituosa. 


Os personagem secundários também ocupam grande parte da história e dão um brilho extra a ela. Seja a Letícia, Zé e sua avó, Pâmela, entre muitos outros. Me senti muito conectado a suas histórias e todos os laços que são criados entre esses personagens parecem genuínos. 

No geral, essa história é apaixonante, cruel em alguns pontos e extremamente humana! É uma narrativa simples e comovente que captura a essência da superação e da busca por significado. A história revela não apenas as dores individuais de cada personagem, mas também a capacidade de cura encontrada nas relações que eles constroem durante todo o percurso. Dá pra se tirar grandes lições dessa história, principalmente a refletir sobre a importância da empatia e do apoio mútuo, já que "Nunca foi tua culpa" oferece uma visão crua, mas esperançosa, das complexidades da vida.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

RESENHA: PLANETA CORAÇÃO

  Organizadores:   Tatiana Fazio Editora:  Viseu Páginas: 70 Ano de publicação: 2024 Compre através deste link. Aqui, neste lugar ...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!