3 de janeiro de 2024

RESENHA: O QUE NÃO FICOU PARA TRÁS (VOL. 1)

 



Organizadores: Samia Wardani
Editora: Giostri
Páginas: 256
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Maria Clara vive uma fase de autopiedade quando deveria buscar auto-conhecimento. Já Felipe tem de conviver com as consequências de uma decisão tomada às pressas e que selou o destino de seu romance com Maria Clara, para o bem ou para o mal. Mais afastados a cada dia, são finalmente forçados a se encontrar e lidar com um trauma passado até então ocultado, mas que foi acidentalmente descoberto e que não poderá ser varrido para debaixo do tapete, colocando o relacionamento a perder.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro O que não ficou para trás (Vol. 1) lançado pela editora Giostri. O livro é de autoria de Samia Wardani e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


Após se mudar do Rio para São Paulo, Maria Clara Mascarenhas  acaba conhecendo Felipe Thomas durante sua adolescência. Logo eles se tornam amigos, e Clara passa a conhecer os irmãos de Felipe: Luiz Antônio, Heloísa e Carolina, que também se tornam amigos próximos de Maria Clara. Com o tempo, Maria Clara e Felipe se apaixonam e planejam um futuro juntos, com ela buscando uma carreira na culinária e ele como jornalista.

No entanto, as coisas não seguem conforme o planejado devido à uma série de fatores levados pelas decisões tomadas e pelos contornos que a vida dá. Assim, Felipe acaba se envolvendo em uma vida que não havia considerado, buscando atalhos para o sucesso profissional. Isso o leva a deixar uma série de coisas em segundo plano, como Maria Clara e todas as outras relações das quais colocava como tão importante.


Em um parâmetro de 15 anos na vida desses dois personagens, mergulhamos a fundo na vida dos Thomas, seus altos e baixos são explorados conforme Maria Clara faz uma descoberta que altera para sempre sua relação com Felipe — e pede para que ele saia de casa enquanto um de seus filhos está viajando. 

Um livro que explora todas as dores que a quebra de confiança pode causar. Fiquei impactado com o quanto a autora de "O que não ficou para trás" conseguiu colocar em seu enredo e em seus personagens tantas camadas e tantas cicatrizes: algumas que foram curadas e outras que estão escondidas demais, mas ainda são sentidas. 


A quantidade de temas que Samia aborda nesse primeiro volume é impressionante, mas dentre todos eles o que mais me arrebatou foi a forma como eles são dialogados e como, no final, todos nós estamos procurando pelo processo de cura. Talvez se eu colocasse os temas abordados nesse livro eu poderia acabar trazendo algum spoiler pra vocês, então não irei pontuá-los de forma precisa. 

Isso porque o mistério a respeito do que Felipe fez povoa a primeira metade do livro de forma potente, sendo um ótimo condutor (e atiçador) para os leitores continuarem a avançar nas páginas desse livro. 


Conforme eu disse, o foco da história é em todos esses personagens, seja na Maria Clara ou nos irmãos Thomas. Todos os quatro tem momentos em que suas dores e traumas são expostos, Felipe aqui é um ótimo núcleo que acaba espelhando todas as facetas dos personagens que cercam esse livro. 

A escrita da Samia é poética e super potente, alguns dos diálogos entre os personagens em seus momentos mais despidos de formalidades são incríveis e super dolorosos de se lerem. 


Uma coisa que eu gostei muito foi a forma como a narrativa se desenrola tanto no passado quanto no presente, começando lá em 2005 com o encontro entre Maria Clara e Felipe. Assim, em capítulos intercalados, vamos avançando no tempo em paralelo com o presente! O controle narrativo de Samia é muito bem ajustado para termos a quantidade de informações necessária para seguir adiante. 

Enfim, eu gostei muito do final do primeiro volume e já vou emendar com a leitura do segundo, mal posso esperar para ver o que Samia irá fazer com esses personagens e essa situação tão complexa da qual eles fazem parte! 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

RESENHA: CORDÉIS — MITOS VIVOS

  Organizadores:    vt Suzumura  Editora: Independente Páginas: 185 Ano de publicação: 2024 Compre através deste link. O imaginári...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!