21 de janeiro de 2024

RESENHA: TOCA DAS RAPOSAS

 



Organizadores: Nora Sakavic 
Editora: Galera Record
Páginas: 294
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Você está pronto para o Exy? As Raposas de Palmetto State podem ser uma equipe conhecida por ter os jogadores mais desajustados, problemáticos e perigosos, mas se aprenderem a trabalhar juntos, tudo pode se tornar possível. A toca das raposas é o primeiro volume da trilogia Tudo Pelo Jogo. Preparem as raquetes porque o jogo vai começar!

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A toca das raposas lançado pela Galera Record. O livro é de autoria de nora Sakavic e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.

Neil Josten estava cansado de correr, mas o passado sombrio continuava a persegui-lo implacavelmente. Buscando refúgio em uma cidade pequena, ele encontrou no Exy, um esporte violento e popular e uma válvula de escape para seus demônios internos. Nas quadras, Neil podia esquecer, por um momento, as cicatrizes que o assombravam.

No entanto, seu passado não estava disposto a deixá-lo em paz. A sombra que o seguia se manifestou na figura do treinador das Raposas, a equipe infame da Universidade Palmetto State. Kevin Day, uma lenda no mundo do Exy, ofereceu a Neil uma oportunidade única: treinar com os melhores, fazer parte de algo maior. Mas a oferta não vinha sem seu próprio conjunto de desafios.

A hesitação tomou conta de Neil quando ele percebeu que Kevin Day era mais do que apenas um treinador talentoso; ele era um espectro do passado de Neil, um passado que ele desesperadamente tentava deixar para trás. A decisão se tornou ainda mais difícil quando Neil conheceu Andrew Minyard, um jogador de equipe com uma propensão perigosa para ultrapassar limites.

A atração do Exy e a perspectiva de fazer parte das Raposas de Palmetto State eram tentadoras demais para serem ignoradas. Neil se viu diante de uma encruzilhada, onde o futuro dependia de sua coragem e habilidade de confrontar os fantasmas que o assombravam. Ele aceitou o desafio, ciente de que a equipe não seria apenas um time, mas uma família disfuncional e única.

Primeiramente, é bom avisar que essa história contém uma série de temas sensíveis que podem servir de gatilhos para determinados leitores! Portanto, tenha ciência disso antes de ler o livro e procure as temáticas que ele aborda! Bom, dito isso, eu gostei muito do primeiro livro da trilogia All for the game, gosto de histórias duvidosas e mais adultas (lembrando que o livro é +18) com personagens cinzas que beiram entre o certo e o errado. 

Neil e Andrew tem muito disso, gostamos deles em determinados momentos e odiamos as ações que eles tomam no seguinte: é uma relação complicada a que eu tive com os personagens desse livro e esse é um mérito da autora sim! No final, essa dualidade foi o que me convenceu a terminar o primeiro volume de forma tão rápida (li em cerca de uma semana). 

As falas e os momentos mais sexuais desse livros são... intensas. Não vou falar mais para não dar spoiler, só direi que esse livro não foca em um tipo de romance, muito pelo contrário! A relação dos personagens chega a ser problemática e abusiva em diversos momentos. 

Bom, eu tô simplesmente DOIDO pra ler as continuações e queri muito ver onde Nora irá nos levar com essa trilogia! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "OS SETE CÉUS"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler  Os sete céus: O chorar dos anjos, livro 1, de Viniciu...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!