24 de março de 2024

RESENHA: A COR PÚRPURA

 



Organizadores:  Alice Walker 
Editora: José Olympio
Páginas: 336
Ano de publicação: 2024
Compre através deste link.

Alguns dos personagens mais marcantes da literatura norte-americana recente estão neste livro – ganhador do Pulitzer e do American Book Award –, que inspirou a obra-prima cinematográfica homônima dirigida por Steven Spielberg e o aclamado musical da Broadway, adaptado para o cinema.A cor púrpura, ambientado no Sul dos Estados Unidos, entre os anos 1900 e 1940, conta a história de Celie, mulher negra, pobre e semianalfabeta. Brutalizada desde a infância, a jovem foi estuprada pelo padrasto e forçada a se casar com Albert, um viúvo violento, pai de quatro filhos, que enxergava a esposa como uma serviçal e fazia dos sofrimentos físicos e morais sua rotina.Durante trinta anos, Celie escreve cartas para Deus e para a irmã Nettie, missionária na África. Os textos têm uma linguagem peculiar, que assume cadência e ritmo próprios à medida que Celie cresce e passa a reunir experiências, amores e amigos. Entre eles está a inesquecível Shug Avery, cantora de jazz e amante de Albert.

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A cor púrpura lançado pela José Olympio. O livro é de autoria de Alice Walker e a resenha foi escrita por Leonardo Santos.  


Em "A Cor Púrpura" nós acompanhamos a história narrada por Celie, uma mulher negra que vive em uma realidade de opressão, abuso e discriminação. A forma como conhecemos mais sobre Celie, no entanto, foi o que mais me surpreendeu: A narrativa se desenvolve por meio de cartas escritas por Celie para Deus, 

A história se passa no Sul dos Estados Unidos, abrangendo o período entre os anos 1900 e 1940. Celie, uma mulher negra, pobre e semianalfabeta, enfrenta uma vida de brutalidade desde a infância. Ela é estuprada pelo padrasto e posteriormente forçada a se casar com Albert, um viúvo violento com quatro filhos, que a trata como uma serva e perpetua os abusos físicos e morais.


Ao longo de trinta anos, Celie expressa suas experiências, dores e reflexões através de cartas endereçadas a Deus e à sua irmã Nettie, uma missionária na África. A história cresce conforme Celie amadurece, revelando seus amores, amizades e os desafios que enfrenta. Um dos personagens notáveis é Shug Avery, uma cantora de jazz e amante de Albert, que desempenha um grande papel na vida de Celie.

Conforme eu já disse, o modelo de cartas me assustou em primeiro momento, mas talvez tenha sido isso que tornou minha experiência com essa história tão singular e tão impactante. Sim, "A Cor Púrpura" aborda temas como racismo, sexismo, abuso e superação, mas traz um retrato feminino que vai além dessas questões! E é tudo escrito de uma forma tão potente, tão sensível e tão poética... Juro, é um livro que é capaz de mexer com a gente. 


"A Cor Púrpura" não apenas denuncia as injustiças sociais, mas também revela a força resiliente da protagonista em sua busca por identidade e liberdade. Walker utiliza uma linguagem vívida e autêntica para explorar questões universais de amor, redenção e empoderamento feminino — e talvez seja isso que torne a obra tão relevante, mesmo depois de tanto tempo lançado. 

Além disso, o livro conquistou o Prêmio Pulitzer de Ficção em 1983, solidificando seu lugar como uma obra seminal. Sabemos que prêmios são importantes, mas o que mais vale é a forma como essa história inspirou (e continua a inspirar) autoras e autores que querem fazer retratos de suas realidades e suas existências de uma forma que faça sua voz ser ampliada através das palavras. 


 



 









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

TRÊS MOTIVOS PARA LER "EM BUSCA DO REINO"

Olá pessoal do Porão Literário! Hoje vou compartilhar com vocês três motivos para ler Em busca do reino, de Reyves L.B. 

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!