.

PORALIST 2020 | MAIORES SURPRESAS DO ANO!

29 de dezembro de 2020



Fala galera do Porão Literário, tudo certo? É isso, estamos na última semana do ano! 2020 com certeza foi um dos anos mais estranhos que muito de nós vivemos e entre tantas mudanças e necessidade de adaptações, sempre é possível encontrar um conforto e uma familiaridade na literatura. 

E foi isso que muito de nós fizemos! Agora podemos tirar essa última semana pra rever nossas leituras e valorizar as histórias, autorxs, editoras e todes aqueles que ajudam a divulgar a a literatura! 


Nossa listinha de 2020 vai enaltecer as melhores leituras que fizemos nesse ano, sendo que esse post será dedicado as 7 MAIORES SURPRESAS DO ANO Vamos nessa?



Piano mecânico
Autor(a): Kurt Vonnegut
Editora: Intrínseca 
Leia a resenha completa desse livro clicando aqui

Por que está na lista?
A narrativa é Kurt é precisa como um corte cirúrgico: Ela já se inicia nos dando as informações básicas para a trama e avança para aonde o autor julga mais necessário. Já tinha lido algo de Kurt anteriormente, o livro também lançado pela Intrínseca que foi intitulado Café da manhã dos campeões. Notei algumas diferenças entre sua escrita desse livro e do seu primeiro trabalho, Piano Mecânico. Eu posso dizer que gostei muito mais desse romance dele do que do anterior que eu li, estou muito ansioso para que a Intrínseca traga mais livros do Kurt para o Brasil, até porque as edições padronizadas que a editora está lançando do autor estão INCRÍVEIS. Além de ter capa dura e pintura trilateral, a diagramação está impecável e a leitura acaba fluindo ainda mais por ser confortável!  




A vida mentirosa dos adultos
Autor(a): Elena Ferrante
Editora: Intrínseca 
Leia a resenha completa desse livro clicando aqui

Por que está na lista?

Bom, acho que poucos autores conseguem transcrever o amadurecimento de uma pessoa tão  bem quando Elena Ferrante. Essas habilidades já foram utilizadas em sua tetralogia napolitana, agora Ferrante retorna triunfal em A Vida Mentirosa dos Adultos com um novo personagem. Acredito que só Ferrante conseguiria elaborar um personagem como Vittoria. Cheia de camadas, a presença da personagem é magnética, por muito tempo não sabia se gostava ou não dela,  mas com certeza queria um capítulo a mais com sua presença! Tal sensação de "querer mais" também era sentida por Giovanna, que não conseguia entender o porquê de seu pai e sua tia possuírem tantos conflitos. 



O vampiro
Autor(a): John William Polidori
Editora: Sebo Clepsidra
Leia a resenha completa desse livro clicando aqui

Por que está na lista?

A obra torna-se então essencial para quem quer um panorama a respeito da personificação do vampiro na literatura. A edição tem muito sucesso na forma como os conteúdos adicionais aumentam ainda mais a mitologia vampiresca ao redor do mundo (trazendo alguns dos primeiros contos sobre a criatura em vários países diferentes). 






Território Lovecraft
Autor(a): Matt Ruff
Editora: Intrínseca
Leia a resenha completa desse livro clicando aqui

Por que está na lista?

Por ter Lovecraft no nome você já espera uma narrativa de terror, certo? Pois bem, Matt Ruff sabe criar essa tensão, mas esse "horror" não está no lado sobrenatural (que é presente), mas no que a de mais real na década de 1950: a segregação. Tal assunto ocupa grande espaço nos contos de Matt Ruff , e ocupam de forma magistral. Isso com certeza foi o que mais me atraiu na narrativa, a começar pela frase estampada na contra-capa do livro: "Um vulto de branco é mais assustador se for um fantasma ou um membro da Ku Klux Klan?".




Recursão
Autor(a): Blacke Crouch
Editora: Intrínseca
Leia a resenha completa desse livro clicando aqui

Por que está na lista?

Pra começar, não conhecia o autor Blake Crouch. Sabia que ele já tinha alguns outros livros publicados (até pela própria Intrínseca, como o Matéria Negra), mas nunca havia lido nada dele, mas por conta de todos os comentários a respeito da obra, pedi ele a editora e após começar a ler eu simplesmente NÃO CONSEGUI PARAR! O livro se desenvolve como um thriller de ficção científica num mundo onde grande parte da população é assolada pela Síndrome da Falsa Memória, uma doença que até então não tem nenhuma explicação pela ciência em como ela se espalha ou como é curada. A SFM tem como efeito um fator muito curioso: cria-se na mente da vítima memórias de uma vida que não pertencem a ela. Ou seja, do nada a pessoa lembra-se de ser casada com outra pessoa, de ter filhos ou de hábitos rotineiros do qual nunca vivenciou. 





Vilão
Autor(a): V.E. Schwab
Editora: Record
Leia a resenha completa desse livro clicando aqui

Por que está na lista?
Além de toda a história que remete a fantasias de anti-heróis e outras classificações, Vilões traz em suas páginas algo muito interessante: personagens carregados de uma dualidade e complexidade enormes! Geralmente tais características são pouco aprofundadas em livros do gênero, mas V.E realmente soube utilizar essas artifícios ao seu favor. Tanto Eli quando Victor são muito parecidos (conforme eu já citei anteriormente), mas o que mais me prendeu em toda a leitura é em como pessoas tão parecidas (e tão amigas) tomam caminhos completamente diferentes e estabelecem uma relação de ódio no decorrer das páginas. 






A troca 
Autor(a): Beth O'leary
Editora: Intrínseca
Leia a resenha completa desse livro clicando aqui

Por que está na lista?

O livro tem cerca de 350 páginas e eu acabei lendo ele em um período de 24 horas. De verdade, eu fiquei maravilhado com a escrita da Beth O'leary. Eu estava saindo de uma ressaca literária e esse livro me curou dela completamente, isso porque a narrativa é leve e os personagens dessa história são muito bem trabalhados (e bem engraçados). Não sei como resumir ele melhor do que falar: sabe aquele livro que aquece teu coração e te faz rir várias vezes? Pois bem. 
Ao mesmo tempo, a história emociona bastante! E acredito que essa seja a grande sacada da autora. Temos um plano de fundo um tanto trágico, a irmã de Leena morreu depois de "desistir" de realizar mais tratamentos para tentar curar o câncer. Isso fez com que as relações entre as personagens da família (principalmente de Leena com a sua mãe), logo, essa reviravolta na vida das duas mulheres trarão a tona algumas feridas (nem tão) antigas.


Um comentário:

  1. Leo!
    Boas escolhas fez, embora não tenha lido nenhum deles ainda.
    Feliz 2021.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: VENHA O QUE VIER

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels