.

RESENHA: PRAZER EM QUEIMAR

1 de setembro de 2020



PRAZER EM QUEIMAR 
Autor(a): 
Ray Bradbury
Editora: Biblioteca Azul
Páginas: 416
Ano de publicação: 2020
Compre através deste link.



Prazer em queimar: histórias de Fahrenheit 451 é leitura obrigatória para os fãs da clássica distopia. Neste livro estão reunidos dezesseis contos: treze que foram escritos antes de Fahrenheit 451 e mais três histórias escritas depois. Observador sagaz dos tempos obscuros que sucederam a Segunda Guerra Mundial, Bradbury canalizava sua criatividade escrevendo contos críticos a tudo que via e sentia. Há contos sobre queima de livros, morte, liberdade, arte, policiamento nas ruas etc.

O último desses contos chama-se “O bombeiro”. Publicado inicialmente em uma revista literária, este texto chamou a atenção de seu editor que, deslumbrado com a história, desafiou o jovem Bradbury a ampliá-lo, prometendo que aquele texto seria publicado como um romance se ele conseguisse dobrá-lo de tamanho. Bradbury trancou-se na biblioteca da universidade, alugou uma máquina de escrever e só saiu de lá quando conseguiu atender ao pedido de seu editor. Nascia, então, a ficção científica Fahrenheit 451.

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Prazer em queimar: Histórias de Fahrenheit 451,  lançado pela editora Biblioteca Azul. O livro é de autoria de Ray Bradbury com tradução de Antonio Xerxenesky e Bruno Mattos.


Prazer em queimar reúne em seu conjunto de 16 contos um universo de possibilidades. Isso porque eles se passam no mesmo mundo de Fahrenheit 451 (o livro mais conhecido do autor). Essas possibilidades se dão a partir do momento que iniciamos a leitura do primeiro conto, intitulado O reencarnado. 

A escrita brutal do autor já me cutucou desde a primeira frase, ali o Ray parece estar falando diretamente com você, leitor(a). No princípio é confuso, depois torna-se peculiar para depois se tornar instigante. Acredito que esse tenha sido meu processo com todos os contos do livro. 

Um livro como esse trata de temas universais, tais como a luta pelo individualismo e o medo de se perder direitos que garantem a nossa liberdade de expressão. No entanto é interessante avaliar esse material do ponto de vista da vida do autor também, isso às vezes nos ajuda a compreender mais do porquê ele (ou ela) ter escolhido trabalhar com aqueles temas. 

Pois bem, Bradbury escreveu esses textos quando duas das enormes potências mundiais passavam pelo que conhecemos como guerra fria, nisso o tal de "fantasma do comunismo" assolava muitas pessoas. Alguns dos temas encontrados nos contos do autor podem refletir um pouco desse medo de forma um tanto exacerbada.

Mas o autor vai muito mais longe do que isso, criando uma aura completamente melancólica e até assustadora em sua distopia. Entre os contos que eu mais gostei estão Pilar de Fogo, Fogueira e O pedestre. Em pilar de fogo, por exemplo, temos a jornada de um homem morto do século XX que ressuscita em 2349, quase quatrocentos anos após sua morte. 

O personagem encontra um mundo completamente diferente daquele que havia deixado, conceitos como "violência" e até mesmo "morte" parecem não existir mais. Nisso, Lantry tenta entender como funciona a dinâmica daquele local, que pouco parece o mesmo planeta que ele conhecia. 

Em outro conto, como no da Fogueira, temos um vislumbre sobre a dor que a perca da arte pode ocasionar, gostei muito da forma como o autor mescla essa violência com a dor da perca.  Afinal, um livro é muito mais do que um conjunto de páginas. 

Enfim, poderia me debruçar sobre VÁRIOS outros contos presentes na antologia, mas deixarei vocês curiosos para descobrirem mais do mundo de Bradbury, ok? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels