.

RESENHA: APAGUEM ELA AGORA

24 de fevereiro de 2021



APAGUEM ELA AGORA 

Autor(a): Alberto Hupsel
Editora: Independente.

Páginas: 221
Ano de publicação: 2020
Compre através deste link.

Anna é uma jovem de dezoito anos que vive em Aeris, um mundo povoado por heróis e vilões abandonados que sabem que são personagens de ficção. Anna sonha em, um dia, conhecer o seu criador e ser a protagonista de sua história. Aeris, no entanto, está passando por um momento turbulento. Heróis, vilões e monstros cada vez mais se enfrentam em batalhas nunca antes vistas, espalhando violência e medo pelo continente, tudo em uma tentativa de aumentar a visibilidade do seu próprio universo para os leitores do Mundo-Lá-De-Fora.


Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Apaguem ela agora, lançado de forma independente. O livro é de autoria de Alberto Hupsel. 


Em um mundo fantástico onde vivem heróis, monstros e vilões de todos os tipos, nós conhecemos Anna, uma menina de dezoito anos que busca um protagonismo dentro de sua própria história. Isso porque Anna vive em um reino onde existem os coadjuvantes, dos quais passam toda sua existência à margem de qualquer aventura ou reconhecimento dos outros; e os protagonistas, que são conhecidos como os heróis do reino, eles são aclamados pela sociedade e vivem sempre grandes aventuras. 

É o sonho de todo recém-adulto tonar-se um protagonista e para isso eles precisam da benção do rei, que é tido também como o autor daquele reino! Afinal, foi ele quem criou tudo e sua figura é a única capaz de fazer qualquer personagem ascender como herói ou descender como vilão. 


Anna então descobre algo que muda completamente o destino de sua existência: a de que é uma personagem dentro de uma história. Com isso, ela terá que repensar seu lugar como heroína naquele mundo, afinal, os papéis de herói e vilão parecem cada vez mais misturados conforme ela vai se aventurando pelas terras de Aeris. 

Pois bem, pessoal! A leitura de "Apague ela agora" começou de forma muito promissora, isso porque eu adorei a ideia do autor Alberto Hupsel em criar uma metalinguagem para sua narrativa.

Aqui nós temos um livro repleto de personagens que sabem que são personagens, inclusive dentro da própria narrativa existe o que o povo de Aeris conhece como Mundo-lá-de-fora (ou seja, o nosso mundo), e isso torna a narrativa MUITO divertida, pois hora e outra a Anna ou algum outro personagem faz uma referência a cultura do nosso mundo (como por exemplo Star Wars, filmes de ficção científica e etc). 



Tudo é banhado em um  humor único de Hupsel, e torna a história bem leve e divertida. Acredito que a intenção do autor tenha sido em criar uma fantasia infanto-juvenil mesmo, com um tom descontraído e uma protagonista divertida! Os conflitos da narrativa são leves e o tom aventuresco adotado é bem fluido, o que acaba ajudando no próprio desenvolvimento da história! A leitura ocorre de forma rápida por conta da leveza do texto.

Outros personagens que vamos conhecendo na história acabam roubando a cena em alguns momentos (e literalmente tomam o controle do capítulo). Esse recurso utilizado pelo autor foi bem interessante e com certeza foge das fantasias que estamos acostumados a ler. Foi muito legal conhecer mais a respeito da líder dos ninjas Makoto, a figura enigmática do Primeiro Leitor e uma leva de outros personagens e monstros que compõem Aeris. 


Além disso, existe uma sequência de capítulos bem divertidas que ocorrem na cidade de Shigami da qual eu adorei! Além disso, existem uma série de referências aos jogos de RPG e eu gostei muito delas, inclusive os próprios protagonistas são nivelados de acordo com o número de missão que realizam, e acredite, eles precisam até pagar boletos bancários! 

Enfim, recomendo muito essa leitura para quem quer uma história leve e descontraída!! Lembrando que o livro está disponível GRATUITAMENTE para quem possui Kindle Unlimited, corre lá!

4 comentários:

  1. Parece divertido mesmo!
    Já pensou um mundo fantástico onde todos sabem quem são e o que são!
    Bem interessante mesmo

    ResponderExcluir
  2. As vezes, ficar somente no papel de coadjuvante é o que cola rs
    Adorei poder conhecer esse livro e acho que ele cumpre muito bem o papel de divertir e claro, deve funcionar bem melhor com quem joga(aliás, ontem foi um dia de comemoração aos jogadores né?) Eu andei lendo em algum lugar sobre isso rs
    Quanto ao livro, claro que senti vontade ler!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Leo!
    Infelizmente fiquei bem atordoada com tantas informações que o livro parece trazer.
    Apesar de ver que é uma fantasia hilária, confesso que ver tantos personagens, tantos 'mundos' diferentes e os capítulos trazerem outros protagonistas que não a principal, me deixou um tanto confusa e sem saber qual o real sentido do livro.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito dessa ideia do autor, deixou a história mais interessante. Legal saber sobre as referências do nosso mundo e lendo sua resenha, acredito que esse livro é uma boa para ser lido no ensino médio/ensino fundamental e fazer com que crianças/adolescentes adentrem ao mundo da leitura... enfim, o pensamento de professora.

    @yasmindeciles

    ResponderExcluir



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: SEMPRE EM FRENTE (SIMON SNOW #1)

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels