.

RESENHA: TIME RIDERS #01

23 de abril de 2020


ZoomTIME RIDERS #01
Autor: Alex Scarrow

Editora: Fundamento

Páginas
: 408 páginas
Resenha escrita por:
 Leonardo Santos
Compre aqui!

Liam O Connor, Maddy Carter e Sal Vikram são adolescentes de períodos diferentes da História, com muito pouco em comum. No entanto, existe um forte laço que os une: todos deveriam estar mortos. Os três estavam destinados a morrer em grandes catástrofes. Mas, nos últimos momentos de vida, foram abordados por um estranho que lhes ofereceu uma opção. Para escapar de um destino terrível, eles deveriam juntar-se à misteriosa Agência e se tornar Time Riders viajantes no tempo.
No futuro, as viagens no tempo serão uma realidade. De governos a grupos criminosos, todos querem mudar algo no passado, mesmo sabendo das trágicas consequências que isso pode trazer. É por isso que a Agência existe: para nos proteger, para evitar qualquer tentativa de alteração da linha do tempo.
Em sua primeira missão, os Time Riders precisam deter os planos de um maligno cientista que viajou no tempo para levar os nazistas à vitória na 2ª Guerra Mundial, criando um futuro apocalíptico. Liam, Maddy e Sal nem bem terminaram o treinamento e já têm o destino do mundo em suas mãos. Será que eles estão prontos? E será que aceitarão esse desafio?

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje eu trago pra vocês a minha primeira resenha em parceria com a Editora Fundamento! Como já disse anteriormente, tenho um enorme amor pela editora e é muito bom poder revisitar o catálogo incrível deles depois de tantos anos! Pra começar eu solicitei um livro que me tem todos os fatores que me fez amar o acervo da editora, aquela clássica aventura infanto-juvenil que conquista todos os públicos! Pois bem, comecei a ler a série Time Riders e estou apaixonado pelo gênero de novo! Confira a resenha logo abaixo!


Pois bem, Time Riders acompanha a jornada de três adolescentes que realmente tem pouco em comum, isso porque enquanto Liam é de 1912 e acabou de ser salvo de embarcar no navio Titanic, Maddy é de 2012 e também é impedida de entrar em um avião que iria cair após a decolagem. 

Os dois são salvos por um Foster, um homem misterioso capaz de viajar no tempo. O tal homem os deixa em 11 de Setembro de 2001 com uma outra garota chamada Sal, e sobretudo com uma missão: Patrulhar a rotina daquele dia e alertar caso ocorra algo que fuja aos acontecimentos reais. 
A preocupação de Foster está Paul Krammer, que quer a todo custo voltar no tempo para alterar acontecimentos históricos, Paul está em 2026 e tem como propósito voltar a Alemanha nazista para alterar os acontecimentos da guerra, levando assim Hitler a vitória. 

A partir desse conflito inicial, os adolescentes precisam se juntar com Foster para impedir que tais mudanças na história sejam feitas!

Vamos lá galera, dada a história principal, posso dizer que simplesmente adorei o enredo de Time Riders, isso porque eu adoro histórias com viagens no tempo (desde que elas sejam bem escritas), e nisso o autor não nos decepciona. Temos diversas linhas temporais nesse primeiro livro, vamos desde 1912 a 2066 em diversos momentos históricos importantes que vão tecendo a narrativa de forma que quando chega no final do livro tudo se junta e começa a fazer sentido. 

Digo "começa a fazer sentido" porque o livro deixa sim algumas pontas soltas, entretanto é mais do que normal que isso aconteça pois este é apenas o primeiro livro de uma série (que já conta com três volumes lançados pela Fundamento), entretanto a história se sustenta por si só e tem um desfecho interessante. 
Porém creio que o charme do livro está na evolução dos personagens que o compõe, destaco aqui o trio de adolescentes que protagonizam Time Riders. Tanto Liam, quanto Maddy e Sal tem um destaque na história e momentos onde eles podem brilhar sozinhos, isso se dá porque cada um fica com uma função designada por Foster (o homem que os salva da morte). É interessante ver como cada um lida com o futuro (ou no caso da Sal e Maddy, o passado), enquanto estão em 2001 ou 1940. 
“- Vocês são um tipo de polícia... mais ou menos isso - Foster respondeu. - Estão aqui para policiar o tempo. Para impedir que invasores do futuro modifiquem as coisas do passado. A Agência é altamente secreta. Ela não deveria existir, por isso não temos propriamente um empreso. Mas, dentro da Agência, nós nos chamamos de Time Riders.”
Essas viagens temporais fazem com que a narrativa não fique cansativa, o que é um grande fator para ajudar na leitura! Além disso, existem alguns twists reservados pelo autor que garantem uma renovada na história, no geral vale muito a pena e eu mal posso esperar para ler o segundo volume!

Um comentário:



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: SEMPRE EM FRENTE (SIMON SNOW #1)

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels