6 de janeiro de 2024

RESENHA: AS GRANDES NAVEGAÇÕES

 



Organizadores: Gael Rodrigues
Editora: Independente 
Páginas: 256
Ano de publicação: 2023
Compre através deste link.

Leonildo é um homem albino que nasceu em cima de um baobá enquanto uma enchente destruía Beira, cidade de Moçambique. Guilherme foge de Pedra Bonita, na Paraíba, e em São Paulo, espera a oportunidade de nascer. Os dois apesar de viverem em países tão distantes têm muito em comum. Sobrevivem como podem em Ocupações que décadas atrás foram hotéis de luxo. Ambos, são apontados como estranhos e até monstros. Dois homens exilados no pouco espaço que lhes cabe. Mal têm o que comer mas sonham. Moçambique e Brasil, dois países que aos poucos se revelam tão próximos. Dois homens, separados por oceanos, que irão se encontrar numa amizade inesperada e inesquecível. E irão juntos lutar contra um passado que teima não ter fim.


Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro As grandes navegações) lançado de maneira independente. O livro é de autoria de Gael Rodrigues e a resenha foi escrita por Leonardo Santos. 


"A cidade esquecia ser cidade, pensava ser rio. Queria transformar pessoas em peixe. Era preciso ensinar às pessoas a respirar debaixo d'água, nem que fosse necessário matá-las." 

Em "As Grandes Navegações" nos deparamos com duas histórias que cruzam fronteiras geográficas e temporais para nos aproximar de dois homens super diferentes, porém com histórias que têm traços em comum. Primeiro, conhecemos  Leonildo, um homem albino nascido em Moçambique; e em seguida conhecemos Guilherme, um indivíduo que foge de Pedra Bonita, na Paraíba, que acaba indo para São Paulo.

Ambos compartilham uma vida difícil em ocupações que, décadas atrás, eram hotéis de luxo, ambos sendo rotulados como estranhos e até monstros e ambos enfrentam a luta pela sobrevivência em meio à escassez de recursos, mas nutrem sonhos de um futuro melhor.


Moçambique e Brasil, apesar de suas diferenças, se revelam mais próximos do que imaginado, conectando esses dois homens separados por oceanos em uma amizade inesperada e inesquecível. Juntos, eles enfrentarão um passado persistente que se recusa a ser esquecido.

Uma história atemporal e que com certeza vai emocionar todos os que lerem. Bom, ao terminar minha leitura do indicado ao Prêmio Kindle de Literatura, "As grandes navegações", fica claro o porquê do livro ter tido tanto prestígio: a história comove e a escrita nos encanta. Por um lado temos um homem que desde criança foi alvo de bullying por conta do tom de sua pele e algumas das limitações que ser albino trouxe a vida de Leonildo, e é com esse personagem (ainda criança) que começamos a narrativa do livro. 

É cru e é visceral a forma como a escrita de Gael se arquiteta; gostei muito da forma como o autor mescla um realismo fantástico a eventos reais que aconteceram em Moçambique, essa mistura torna a escrita de Gael única, e eu simplesmente amei ler o que ele tem a nos dizer. 


Em seguida nós temos Guilherme, que também ocupa um holofote nessa história. Toda sua jornada como um homem trans que de um lugar que oferece poucas chances de adaptação para ele até a grande São Paulo realmente me conquistou. Fiquei fascinado ao me deparar com personagens que geralmente não ocupam o protagonismo de grandes histórias. Vê-los representados foi uma ótima experiência maravilha, ainda mais em mãos tão habilidosas quanto as de Gael. 

O livro altera sua linearidade todo momento, nos colocando no passado e no futuro de suas narrativas. Isso não é um impeditivo, no entanto, em nenhum momento me senti confuso com o rumo da história; pelo contrário, achei que tal elemento dá um dinamismo singular para a história! 


Mas a mensagem que fica mais clara para mim após a leitura é que a busca pela nossa autonomia e pela nossa identidade sempre vale a pena, por mais que diversos obstáculos podem surgir pelo caminho. Amei acompanhar a jornada desses dois grandes homens e acredito que você também irá amar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Santos



Olá leitories! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 28 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Guarulhos cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

Equipe do Porão

.

Caixa de Busca

Instagram

Destaque

RESENHA: DA QUEDA A ASCENSÃO

  Organizadores:    J. C. Bernardo  Editora: Uiclap Páginas: 390 Ano de publicação: 2024 Compre através deste link. Vários anos se...

Arquivos

LITERATURA E MÚSICA

LITERATURA E MÚSICA

Posts Populares

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Receba as novidades

Tecnologia do Blogger.

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!