.

RESENHA: LADY KILLER VOL. 1

2 de junho de 2020


111-o-colecionador
LADY KILLER VOL. 1
Autor(a): Joëlle Jones & Jamie S. Rich
Editora: DarkSide Books

Páginas: 144
Ano de publicação: 2019
Compre através deste link.



Josie Schuller é uma esposa dedicada, uma mãe amorosa e... uma assassina de aluguel. Ela é capaz de equilibrar os deveres de uma típica dona de casa norte-americana dos anos 1960 com uma porção de assassinatos a sangue-frio, até que um pequeno deslize faz com que seu chefe ameace aposentá-la de vez.
Com texto afiado de Joëlle Jones em parceria com Jamie S. Rich, e ilustrações matadoras da própria Jones (trocadilhos 100% intencionais), Lady Killer: Graphic Novel é o mais novo lançamento da DarkSide® Graphic Novel, e perfeito para quem caiu de amores por Lady Killers: Assassinas em Série, o livro assombrosamente espetacular de Tori Telfer, com perfis de mulheres reais que cruzaram a linha. Telfer inclusive é responsável pela Introdução exclusiva à edição brasileira da graphic novel.


Josie Schuller tem o esteriótipo de mulher perfeita dos anos cinquenta: Impecável em todos os aspectos com vestido sem passado, maquiagem sempre bem-feita! Passa seus dias em casa cuidados dos afazeres domésticos e cuidando dos filhos e do marido... Além da vida "perfeita", Josie guarda um pequeno segredo: é uma serial killer altamente qualificada.



Tudo parece em harmonia na residência de Josie, suas duas filhas estão bem... seu marido o mesmo. No entanto, a sogra de Josie começa a desconfiar quando a mãe da família retorna tarde pra casa, viaja por dias a fio por motivos estranhos e tem conversas suspeitas com outros homens. Não demora muito pra começar a desconfiar da "índole" da mulher. Mas Josie tem problemas maiores na agência onde oferece seus serviços. 





Lady Killer já me conquistou desde a primeira página, isso porque a história já começa no ápice da ação! Não tenho muita experiência com Graphic Novel, estou mais apegado as narrativas em prosa direta mesmo, por isso confesso que fui bem surpreendido pela agilidade presente nesse primeiro volume. A história corre de forma energética, e posso dizer, é bem sangrenta.




Além da violência presente na história, o elemento de sarcástico também é bem forte! A personagem da Josie é maravilhosa, e a diferença entre a Josie/Esposa e Josie/Matadora é gigante e atribui em muito a história.

Entretanto a maior carta dessa história é o período em que ela é ambientada! Os anos cinquenta é bem explorado nas páginas, inclusive a propaganda extremamente misógina e patriarcal é reinventada para a narrativa, tornando-a ainda mais interessante. 







O traço das ilustrações é perfeito, sendo esse o maior acerto estético da obra, a DarkSide arrasou e muito na edição, desde a composição das cores na capa (que chamam E MUITO a atenção), como o material usado para compor a capa e as páginas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

CLIQUE E PARTICIPE!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

parcerias

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels