.

RESENHA: A FAZENDA DOS BICHOS

30 de junho de 2021

A FAZENDA DOS BICHOS 
Autor(a):  George Orwell 
Editora: Martin Claret

Páginas: 156
Ano de publicação: 2021
Compre através deste link.

Uma das obras mais aclamadas de George Orwell, “A fazenda dos bichos” é uma espécie de fábula para adultos. Pensador honesto e destemido, ferrenho crítico dos abusos e crimes cometidos pelos mais diversos regimes totalitários do século XX, simpatizante das ideias socialistas e, não obstante, defensor dos valores milenares da democracia ocidental, o escritor inglês fala nesse romance, de modo tão sutil quanto irrefutável, da revolução comunista de 1917 e dos acontecimentos dramáticos que lhe sucederam, da liberdade e da opressão que sempre andam de mãos dadas. Acaba criando uma profunda alegoria, porém não se enganará quem o ler tendo em mente aquele ditado russo de que, seja qual for a fantasia, há nela uma alusão à realidade. “O que está descrito em meu livro é fabuloso, mas não impossível”, parece dizer Orwell, com seu costumeiro sorriso triste e jocoso. “Cuidado aí, leitores!”. Na compra da edição, ganhe um pôster exclusivo de brinde! 

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro A fazenda dos bichos lançado pela editora Martin claret. O livro é de autoria de George Orwell e a resenha foi escrita por Maíra Marques. 




Os animais se cansaram da vida que levavam na fazenda com o Sr. Jones, então- liderados pelos porcos- eles organizam uma revolução e o expulsam do lugar. Encantados com o domínio que agora tinham do lugar, imaginaram finalmente estar em liberdade, sem pensar que existe um preço muito alto a se pagar. 

Orwell nos leva a uma reflexão incrível sobre os tipos de governo: As revoluções acontecem quando algo vai mal e de fato são importantes e trazem resultados. Mas e depois? É preciso haver um plano. Os porcos tomaram não apenas a liderança da revolução, mas da fazenda (nomeada como "A Fazenda dos Animais"), se dizendo mais inteligentes que os demais. Eles aprenderam a ler e até tentaram ensinar os demais animais, mas estes apresentavam muitas dificuldades. Escreveram diversos mandamentos a serem seguidos, mas tiveram que reduzir a apenas um para que todos decorassem: "Quatro pernas bom, duas pernas ruim". 


Um jogo de poder é traçado e acompanhamos esses animais numa trajetória muitas vezes angustiante. O ponto que mais me chamou a atenção foi quando, na eleição, Napoleão consegue traçar um plano para acusar Bola de Neve de traidor e ser expulso da fazenda. Foi golpe! Ele conseguia manipular facilmente os demais animais, transformando pouco a pouco seu governo em uma ditadura cruel. É incrível como um povo sem informação acredita em tudo o que lhe dizem. 

Em sua fábula para adultos, Orwell parte para suas referências políticas e cria um cenário que vai muito além de suas próprias convicções: os acontecimentos traçados na Fazendo dos Animais tornam-se atemporais e seu modelo de manipulação pode ser encontrada em diversos governos até hoje. Talvez seja por isso que estamos aqui debatendo Orwell 70 anos após a sua morte. 

Todo o fervor que o nome de George Orwell conquistou esse ano pelo fato de obra obra ter ido a domínio público pode ser justificado pela atemporalidade de suas narrativas, tanto 1984 e A Fazenda dos Bichos (seus títulos mais famosos) são lidos pela nossa geração com aquele ar de frescor (e medo) de um futuro distópico incerto de opressão que em muito se encaixa com aquilo que estamos vivendo. 
 

Já dizia Paulo Freire: "O sonho do oprimido é ser o opressor". "A Revolução dos Bichos" é um livro muito importante, principalmente nesse momento que estamos vivendo, com a ameaça da taxação dos livros e, ocasionalmente, dificultando ainda mais o acesso a leitura voltarmos ao que podemos retirar da literatura para agirmos. 

Já com relação a edição, acredito que a da Martin seja uma das mais belas e mais bem trabalhas do qual nós do Porão Literário tivemos acesso. O material de prefácio conta com ótimas introduções a alguns aspectos sociológicos e históricos da obra, além disso toda a diagramação do texto está bem feita e a leitura pode ser feita com o máximo de  conforto! Além disso o livro veio com um pôster lindo do qual eu deixarei pra vocês verem aí embaixo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: SEMPRE EM FRENTE (SIMON SNOW #1)

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels