.

RESENHA: CORAÇÃO DAS TREVAS

9 de julho de 2021





CORAÇÃO DAS TREVAS
Autor(a):  Joseph Conrad 
Editora: DarkSide Books

Páginas: 176
Ano de publicação: 2021
Compre através deste link.

Em meados da década de 1870, o rei Leopoldo XX da Bélgica passou a promover supostas expedições humanitárias e científicas para “civilizar os selvagens” que habitavam o Congo. No entanto, o monarca apenas explorava o país: escavava o ouro, abatia elefantes em busca do marfim, promovia caçadas esportivas e devastava a floresta nativa. A riqueza produzida seguia diretamente para os cofres pessoais do rei. Além disso, essa exploração era realizada por meio de crueldades com os habitantes nativos, que morriam de fome, de doenças e por excesso de trabalho, ou sofriam torturas, estupros e massacres perpetrados pelos europeus. No ano de 1890, quase no fim de sua carreira marítima, o polonês Joseph Conrad desceu o rio Congo como capitão de uma embarcação a vapor. A experiência viria a marcá-lo pelo resto da vida. Ao chegar no Congo, Conrad encontrou apenas o horror em suas diversas facetas, o horror praticado pelos agentes da civilização, o horror absoluto. Ele rompeu o contrato de três anos e retornou à Inglaterra depois de apenas seis meses. Anos depois, baseando-se na experiência, escreveu o romance Coração das Trevas, em que o capitão Marlow relata sua viagem pelo grande rio africano para o resgate de um gerente de posto de comércio chamado Kurtz. 

 

Fala galera do Porão Literário, tudo certo? Hoje minha resenha é do livro Coração das trevas lançado pela Darkside Books. O livro é de autoria de Joseph Conrad.


O terror é mais assustador quando ele é real. Coração das trevas evoca um dos períodos mais obscuros da humanidade em um texto literário de ponta: Como o neocolonialismo assolou a destruiu milhões de vidas no período da nossa história. 



No livro nós acompanhamos o relato do capitão Marlow, um homem de grande influência que já passou muitos anos no mar em diversas expedições, todavia a sua maior - e mais aterrorizante - expedição foi feita no continente africano, mais especificamente em Congo, um território colonial  que até então pertencia a Bélgica. 

Ali, Marlow relata os horrores que presenciou ao ter uma missão setenciada: ir  até o posto comercial de Kurtz para retomar o controle da estação. No percurso para chegar ao local Marlow e sua equipe se deparam com uma série de terrores que assustam bem mais do que espíritos malignos; 



Escrito em 1900, a narrativa de Joseph Conrad ainda assusta por sua escrita visceral e verossímil ao expor as consequências da colonização e escravidão de todo um povo. Antes de entrar em mais detalhes sobre isso, é importante ressaltar que a narrativa é mestrada por um homem europeu do século XX, logo, a visão dele a respeito da toda aquela situação pode ser distorcida. 

No que tange ao "Coração das Trevas", Marlow define aquele local do congo como a porta de entrada do próprio inferno, um lugar repleto de terrores devido a violência que ocorre no estado. Todavia, é só refletir um pouco para entender que quem realiza aquela violência contra um povo são os soldados do exército Belga, logo, aquele lugar do Congo não é nada mais do que uma vítima da crueldade humana em seu ápice. 


Isso tudo é nos contado em um relato dolorido e muito puro, talvez isso aconteça pois o próprio autor, Joseph Conrad, vivenciou essa realidade de perto, já que ele também embarcou em expedições do tipo. Isso gera um grau de verossimilhança tão assustador que nos leva a refletir a respeito da própria natureza humana. 

Em uma edição de encher os olhos, a Darkside acertou muito em trazer esse clássico da literatura nessa edição espetacular. Além disso o material traz um prefácio que enriquece e MUITO a experiência de leitura. Se tiver estômago, leia... Mas não será uma leitura fácil, isso eu te garanto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Olá leitores e leitoras! Meu nome é Leonardo Santos, tenho 24 anos, sou de São Paulo mas atualmente estou em Minas Gerais cursando Letras! Minha paixão pela leitura começou desde muito cedo, e é um prazer compartilhar minhas leituras e experiência com vocês!

.

Caixa de Busca

Conheça a equipe do Porão!

SIGA O PORÃO LITERÁRIO!

POST DO DIA

RESENHA: MOBY DICK

PROJETO "LENDO CLÁSSICOS"

SIGA NO INSTAGRAM

Categorias

ÚLTIMAS LISTAS LITERÁRIAS

Facebook

Arquivos

Leitura coletiva PJO

LITERATURA E MÚSICA

Tecnologia do Blogger.

HQ'S e Graphic Novels